Meio Bit » Hardware » Novidades Intel: Core i9-9900KS de 5 GHz e Ice Lake para notebooks com GPUs poderosas

Novidades Intel: Core i9-9900KS de 5 GHz e Ice Lake para notebooks com GPUs poderosas

Intel i9-9900KS é um octa-core com clock de até 5 GHz; GPUs integradas dos Ice Lake para notebooks serão capazes de reproduzir games em 1080p

1 ano atrás

A Intel aproveitou a semana da Computex 2019 para anunciar algumas novidades interessantes: ela apresentou o Core i9-9900KS, uma versão especial do Core i9-9900K que atinge 5 GHz em todos os seus oito núcleos.

Não obstante, a empresa jura que os processadores da linha Ice Lake para notebooks, de dez nanômetros terão chips gráficos integrados capazes de executar games em até 1080p, dispensando GPUs dedicadas.

Intel Core i9-9900KS / Ice Lake

Não é novidade para ninguém que a Intel se enrolou a beça com o processo de dez nanômetros, e por não conseguir acompanhar a Lei de Moore ela esticou o processo de 14 nm até onde deu, levando-a inclusive a abandonar o processo "tick-tock". Só que tudo tem um limite, e as falhas de arquitetura descobertas uma atrás da outra (com exceção do SPECTRE, nenhum afeta os chips da concorrente AMD) complicaram ainda mais as coisas.

Isso posto, no início de maio a Intel prometeu que começaria a enviar os chips Ice Lake, que utilizam a arquitetura Sunny Cove a partir de junho, e que tais chips incorporariam novidades significativas. Eles serão capazes de lidar com mais instruções em paralelo, suportarão maiores quantidades de memória cache, terão compatibilidade nativa com Wi-Fi 6 e Thunderbolt 3/USB4, serão mais ágeis em tarefas de IA e aprendizado de máquina, e etc.

A GPU integrada Gen11 contará com suporte nativo a H.265 (HEVC), resoluções 4K e 8K, e maior performance em jogos, mas falaremos mais sobre isso depois.

Intel / Processor / Ice Lake

Enquanto isso, a Intel resolveu fazer graça com o Core i9-9900KS, uma versão "binnada"do i9-9900K, que possui especificações mais poderosas e maior estabilidade do que sua versão anterior, embora ambos tenham sido impressos em 14 nm.

O novo chip, de oito núcleos e 16 threads possui um clock base mais alto (4 GHz contra 3,6 GHz), e alcança a impressionante marca de 5 GHz com todos os núcleos trabalhando juntos em TurboBoost, enquanto o i9-9900K atinge até 4,7 GHz na mesma situação. Este é capaz de entregar tal frequência apenas em TurboBoost no modo single core, o que o i9-9900KS também é capaz de fazer.

De resto, o processador vitaminado suporta memórias RAM DDR4 em até 2.666 MHz, e é equipado com a GPU Intel Graphis UHD 630, como seu irmão mais velho; a Intel entretanto não revelou o TDP do chip, que é de 95 W na versão original.

Também não há informações de preço, mas a Intel prometeu dar mais detalhes durante a Computex 2019. De qualquer forma, é bom preparar o bolso.

Intel Ice Lake para notebooks rodará games em 1080p

Intel Core wafer /ice lake

Em dezembro de 2018, a Intel prometeu que os chips Ice Lake para notebooks, impressos em dez nanômetros terão placas gráficas integradas com um poder computacional de 1 Tflop/s, o que trocando em miúdos, significa que elas serão capazes de entregar gráficos em jogos com muito mais desenvoltura.

A empresa não deu muitos detalhes quanto a isso, e todo mundo como sempre ficou com o pé atrás, principalmente porque uma GPU integrada nunca atingirá a qualidade de uma dedicada, mas agora, ela resolveu desenhar para esclarecer tudo.

A intenção da Intel é permitir que jogos populares, e que não consumam muitos recursos possam rodar em 1080p, com uma taxa de quadros e qualidade gráfica aceitáveis, sem que o notebook fique caro demais por trazer uma GPU da nVidia, ou da AMD.

O gráfico abaixo comparou a perfomance das GPUs Intel Gen9 (dos processadores Skylake) com as novas, a Gen11; foram usados nos testes um i7-8565U, processador quad-core Whiskey Lake, e um Ice Lake-U com TDP de 15W, igual ao do adversário:

Jogos mais simples, como Three Kingdoms e World of Tanks tiveram ganhos de 108% e 81% respectivamente, e pesos pesados como Counter-Strike: Global Offesive, Fortnite e Overwatch atingiram velocidades maiores respectivas de 72%, 43% e 42%. Claro, nenhum deles foi configurado no modo de qualidade alta ou ultra, mas já é um começo.

Como fica a performance do novo chip, comparada a um Ryzen 7 3700U, com TDP de 25W? Vejamos:

Ryzen 7 3700U vs. Ice Lake-U

O melhor resultado foi notado em Overwatch, com ganho de performance de 16%, que é uma marca baixa mas não desprezível. No entanto, em Dirt Rally o chip da AMD foi ligeiramente melhor. Conclusão, vai do gosto do freguês.

Novamente, mais detalhes serão dados durante a Computex 2019; espera-se que a Intel revele a lista de processadores que serão lançados, com todas as suas especificações. Aguardemos.

Com informações: Intel Newsroom, Forbes, Anandtech, Engadget.

relacionados


Comentários