Meio Bit » Demais assuntos » Já dá pra pagar ônibus de São Paulo com cartão de crédito e o celular

Já dá pra pagar ônibus de São Paulo com cartão de crédito e o celular

Além dos cartões, o sistema aceita o Apple Pay, Samsung Pay e Google Pay de smartphones e smartwatches

2 anos atrás

A SPTrans, empresa que cuida dos ônibus da cidade de São Paulo, começará na próxima segunda-feira (16) os testes que permitem ao usuário pagar pela passagem com um cartão de crédito e débito contactless (NFC) e até mesmo com o smartphone. Inicialmente são 200 ônibus e alguns já estão circulando pela cidade com o novo validador.

ônibus da SPTrans com pagamento por aproximação

A ideia é a mais bacana dos últimos tempos pra transporte público: ajudar na hora de pagar. O teste permite que cartões de crédito ou débito que pagam por aproximação sejam utilizados como meio de pagamento na catraca (alô Nubank!). Como a tecnologia é o NFC, o serviço também abre para que uma pessoa pague a passagem com o Apple Pay dos iPhones e Apple Watch, Samsung Pay de vários aparelhos da marca coreana e até o Google Pay, que funciona em um número generoso de Androids.

Além dos aplicativos de carteira digital, também são aceitos os relógios, adesivos e pulseiras que são emitidos por bancos e instituições financeiras. No caso dos cartões de crédito e débito, eles precisam ser emitidos pela Visa ou Mastercard, com planos pra colocar o pessoal do Elo no meio - só que sem previsão pra isso acontecer.

ônibus da SPTrans com pagamento por carteira digital

Como são aceitos todos os cartões destas bandeiras, isso significa que se ele foi emitido fora do país, também entra na lista - perfeito pra turistas, que sempre ficaram de fora na hora de comprar passagem na capital paulista.

Quais linhas aceitam este pagamento?

A SPTrans diz que são 12 linhas na cidade de São Paulo que aceitam o novo método de pagamento. Elas são:

  • 675R/10 Grajaú – Metrô Jabaquara
  • 715M/10 Jd. Maria Luiza – Lgo. da Pólvora
  • 807M/10 Term. Campo Limpo – Shop. Morumbi
  • 908T/10 Pq. D. Pedro ll – Butantã
  • 917M/10 Morro Grande – Metrô Ana Rosa
  • 917M/31 Morro Grande – Metrô Ana Rosa
  • 2002/10 Term. Bandeira – Term. Pq. D. Pedro ll
  • 2590/10 União de Vl. Nova – Pq. D. Pedro ll
  • 4031/10 Pq. Sta. Madalena – Metrô Tamanduateí
  • 5129/10 Jd. Miriam – Term. Guarapiranga
  • 5129/41 Jd. Miriam – Sto. Amaro
  • 6030/10 Unisa-Campus – Term. Sto. Amaro
  • 9300/10 Term. Casa Verde – Term. Pq. D. Pedro ll
  • 9500/10 Term. Cachoeirinha – Pça. do Correio

O teste começa oficialmente na próxima segunda-feira (16), mas alguns ônibus com este validador já circulam pela cidade. Ele será executado em 200 ônibus e vai durar três meses, ou então 500 mil transações - o que chegar primeiro. A parte negativa é que, por enquanto, este tipo de pagamento não oferece a integração do Bilhete Único, como quatro embarques em três horas com o pagamento de apenas uma passagem, ou então desconto quando a integração envolve trilhos. Também não há desconto para estudantes.

Tem que ter algum motivo pro Bilhete Único ser vantajoso, já que é um parto conseguir comprar um em São Paulo. Ao menos não há taxa extra pro pagamento dos R$ 4,30 da atual tarifa. Um limitador curioso é que só poderão ser compradas 10 passagens por dia, por cartão.

Com informações: SPTrans.

Leia mais sobre: , .

relacionados


Comentários