Meio Bit » Entretenimento » Henry Cavill e a sua paixão pelos videogames

Henry Cavill e a sua paixão pelos videogames

Com a série The Witcher preste a estrear na Netflix, o ator Henry Cavill voltou a declarar sua paixão pelos games e revelou alguns títulos que mais jogou.

44 semanas atrás

A partir de amanhã (20) os fãs finalmente poderão conhecer a visão dada pela Netflix para a franquia The Witcher e uma coisa que muitos estão se perguntando desde que a série foi anunciada, é o que levou Henry Cavill a se interessar pela adaptação. É claro que há muito dinheiro envolvido no projeto, mas foi a paixão do ator pelos games que acabou contribuindo fortemente para ele aceitar o papel de protagonista.

Henry Cavill

Ao conceder uma entrevista ao site GQ, o sujeito que ficou conhecido por interpretar o Super-Homem nos cinemas aproveitou para falar sobre como adora os jogos eletrônicos e como os utiliza como uma maneira de fugir do frenesi que costuma rondar uma pessoa tão famosa.

Em casa fico sentado jogando videogame por uma quantidade ridícula de horas e escapo para lá, porque se eu sair, terei o efeito oposto.

Henry Cavill admitiu que o primeiro contato que teve com a franquia criada por Andrzej Sapkowski foi com o The Witcher 3: Wild Hunt, tendo terminado a sua campanha mais de uma vez só para saber como seria encará-la numa dificuldade maior. Isso fez com que ele se dedicasse o máximo possível para que o enredo se mantivesse fiel a origem, mesmo com a maior parte da inspiração para série tendo vindo dos livros.

Mas não pense que a paixão de Cavill pelos games se resume a saga de Geralt de Rivia. Segundo o ator, ele cresceu jogando com seu irmão, quando faziam LAN parties na sala de jantar da casa da sua mãe e entre os títulos que eles mais jogavam estavam o Delta Force e o Half Life. Outro jogo que consumiu muito do seu tempo foi o Total War: Warhammer II, que ele afirma ter terminado seis vezes, cada uma delas com uma das raças.

“Existe algo sobre esses jogos que acho tão satisfatório. Há novos DLCs sendo lançados a todo momento e estou ansioso para seja lá o que for o próximo.”

É claro que no fundo tudo pode não passar de uma jogada de marketing, com o ator aproveitando a oportunidade para ganhar alguns pontinhos com o público gamer e de quebra divulgar o seu trabalho mais recente. Ainda assim, não é de hoje que ele tem se declarado um apaixonado pela mídia e com o status que ele já alcançou, não sei se ele precisaria contar esse tipo de mentira.

Mas esteja o Homem de Aço sendo sincero ou não, essa declaração me faz pensar em como as coisas mudaram na indústria. Há algumas décadas seria impensável ver um sujeito bem sucedido afirmando gostar de jogos eletrônicos, já que muitos os atacavam dizendo não passar de brinquedos ou um produto feito para um bando de esquisitões que viviam no porão da casa da mamãe.

Leia mais sobre: , , .

relacionados


Comentários