Meio Bit » Games » Série The Witcher faz jogadores (re)descobrirem o jogo no Steam

Série The Witcher faz jogadores (re)descobrirem o jogo no Steam

Bastou a série The Witcher estrear na Netflix para que o Steam registrasse um aumento impressionante no número de pessoas jogando The Witcher 3

44 semanas atrás

Muitas vezes não nos damos conta disso, mas adaptar uma obra para outra mídia pode ser uma excelente maneira de atrair um público maior e, consequentemente, ver a sua criação lucrar mais. E sabe quem está vivenciando isso neste momento? O pessoal da CD Projekt, graças ao lançamento da série The Witcher, na Netflix.

The Witcher - A série

Com a produção tendo estreado no serviço de streaming na sexta-feira passada (20), a loja da Valve registrou um aumento impressionante no número de pessoas jogando o The Witcher 3: Wild Hunt, um salto tão grande que chegou a fazer com que o jogo ultrapassasse títulos bastante populares como o Red Dead Redemption 2.

De acordo com a página de estatística do Steam, no momento em que eu escrevia esse texto 38.112 pessoas estavam jogando o The Witcher 3, com o pico nas últimas 48 horas tendo sido de quase 51 mil jogadores simultâneos. Tais números podem não ser muito impressionantes ao olharmos para os de um Destiny 2 ou PlayerUnknown's Battlegrounds, mas temos que levar em consideração se tratar de um jogo lançado há cinco anos.

Mas para termos uma melhor noção do quanto o interesse pelo jogo da CD Projekt aumentou nos últimos dias, é preciso verificarmos o histórico através do site Steam Charts. Segundo ele, a média de jogadores no PC nos últimos seis meses foi de apenas 13 mil pessoas, sendo que em julho o número pulou para 18 mil, provavelmente devido a presença da série The Witcher na San Diego Comic Con.

E se as informações passadas pelo site PlayTracker estiverem corretas, a série também teria feito com que o The Witcher 3 voltasse a ser aproveitado pelos jogadores de Xbox One e PlayStation 4, além de ser a responsável por um aumento significativo no número de jogadores tanto no The Witcher: Enhanced Edition Director's Cut quanto e no The Witcher 2: Assassins of Kings para PC.

No entanto, não pense que é apenas a desenvolvedora polonesa que deve estar comemorando essa propaganda que a série tem feito. Três anos depois de admitir seu erro ao ter menosprezado os videogames e alguns meses depois de entrar com uma ação exigindo que a CD Projekt lhe pagasse cerca de 16 milhões de dólares devido ao sucesso alcançado pelos jogos, Andrzej Sapkowski finalmente conseguiu o que queria.

Embora os valores envolvidos não tenham sido revelados, a empresa responsável pelos jogos anunciou ter fechado um novo acordo com o autor dos livros, no que o presidente da CD Projekt disse acreditar ser um novo estágio no relacionamento entre eles. Na nota eles também falam que o acordo satisfez as necessidades das duas partes, tanto do passado quanto do presente, o que me leva a crer que Sapkowski saiu da reunião com os bolsos cheios.

Quanto ao futuro, a desenvolvedora passa a deter os direitos de propriedade intelectual sobre produtos como jogos eletrônicos, revistas em quadrinho e jogos de tabuleiro, restando saber quanto tempo demorará até que o criador do Geralt passe a achar que fez um outro mau negócio.

Fonte: VGC

Leia mais sobre: , , , , .

relacionados


Comentários