Meio Bit » Hardware » LG e Sony querem PC gamer comprando TVs, não monitores

LG e Sony querem PC gamer comprando TVs, não monitores

Novas TVs OLED 4K da LG e Sony miram na Glorious PC Gamer Master Race, com 48 polegadas, nVidia G-Sync, AMD FreeSync e taxa de atualização de 120 Hz

36 semanas atrás

A Glorious PC Gamer Master Race não abre mão de monitores de ponta na hora de jogar, mas no que depender de LG e Sony, isso vai mudar: ambas empresas apresentaram na CES 2020 modelos compactos de TVs OLED, pela primeira vez partindo de 48 polegadas e com recursos voltados aos jogadores, como taxa de atualização de 120 Hz e tecnologias anti-quebra de quadros, como nVidia G-Sync e AMD FreeSync.

LG / LG 48CX / pc gamer

LG 48CX

As companhias levaram novos modelos de televisores para a feira com uma proposta específica: prover telas prontas para a chegada da nova geração de consoles de mesa. Tanto o PlayStation 5 quanto o Xbox Series X serão compatíveis com 8K e altas taxas de atualização, e para não deixar os consumidores na mão, ambas apresentaram novas OLED 4K e 8K que suportam tecnologias de ponta voltadas a jogos.

O grande detalhe é que tanto a LG quanto a Sony querem que o gamer de PC também compre uma TV para jogar, ao invés de continuar ligado a monitores. Isso fica bem claro visto que LG e Sony introduziram na CES 2020 modelos OLED 4K de 48 polegadas, sendo os primeiros do mercado com tal tipo de tela a partir de um tamanho tão "pequeno". Hoje, usuários de PC (gamers inclusos) já usam telas de até 32" confortavelmente, logo, em termos de tamanho, migrar para uma TV não é algo tão absurdo assim.

Só que tamanho de tela não diz muita coisa, e é aí que entram os recursos voltados para gamers. Começando pela LG, o modelo 48CX traz um painel OLED de resolução 4K e com local dimming a nível de pixel (cada ponto da tela é iluminado individualmente, para entregar o "preto perfeito"), HDR, HLG e compatibilidade com Dolby Vision, taxa de atualização de 120 Hz, tempo de resposta de 1 milissegundo e nVidia G-Sync, para eliminar a quebra de quadros.

Segundo a LG, todos os modelos das linhas CX, GX, ZX e BX trarão a tecnologia da nVidia de fábrica e são elegíveis a contarem também com a AMD FreeSync (que é de código aberto, convém lembrar), provavelmente via atualização de software. A empresa informa que o recurso pode não estar disponível no dia 1.

Sony / sony Bravia A9S Master Series / pc gamer

Sony Bravia A9S Master Series

A Sony também apresentou novas TVs Triluminos (marca que identifica sua tecnologia de pontos quânticos, igual à Samsung QLED) prontas para o PS5 because reasons (suportando o Xbox Series X por tabela), mas também pretende que o PC gamer troque seu monitor por uma TV: a nova TV OLED Sony Bravia A9S Master Series parte de 48 polegadas tal qual a linha LG CX, taxa de atualização de 120 Hz e um novo chip gráfico chamado X1 Ultimate, que promete entregar uma qualidade de imagem superior aos concorrentes.

Claro que por se tratar de uma tela de pontos quânticos, ela não chega ao nível de "preto perfeito", mas por outro lado, é imune ao burn-in. Entre outros recursos, destacam-se os sensores de otimização de brilho e contraste de acordo com o ambiente, suporte a Apple AirPlay 2, Dolby Vision e som Dolby Atmos e o recurso X-Motion Clarity, que controla individualmente cada ponto de iluminação, de modo a entregar imagens em movimento mais nítidas.

Essa é a forma da Sony implementar sua tecnologia própria anti-quebra de quadros, já que a A9S não suporta G-Sync ou FreeSync, segundo a fabricante, que mesmo assim mantém seu foco em gamers de todos os tipos, mesmo com esta linha sendo a de entrada. As linhas 8K da Sony Bravia suportam taxa de atualização a 60 Hz em 4320p, e 120 Hz a 2160p.

Tanto a LG quanto a Sony não informaram datas de lançamento dos modelos de 48 polegadas, nem preços, mas espera-se que o valor gire em torno de US$ 1 mil; não há previsão de quando (ou se) essas TVs chegarão ao Brasil.

Com informações: LG, PRNewswire.

Leia mais sobre: , , , , , , , , .

relacionados


Comentários