Meio Bit » Demais assuntos » Kobe Bryant: um tributo ao grande atleta e vencedor do Oscar

Kobe Bryant: um tributo ao grande atleta e vencedor do Oscar

Este post é um tributo à memória do atleta Kobe Bryant, que morreu ao lado de sua filha Gianna e mais 8 pessoas em uma terrível queda de helicóptero

35 semanas atrás

Eu nunca imaginei que iria escrever um tributo ao grande Kobe Bryant, um dos maiores esportistas da história, mas é o meu dever prestar esta homenagem a este ser humano incrível e sua filha, além das outras vítimas dessa terrível tragédia.

Jovem Kobe

Com apenas 17 anos, depois de se destacar na escola Lower Merion, ele foi um dos escolhidos pelo Charlotte Hornets no draft de 1996, e se tornou o jogador mais novo da história da NBA. Logo depois ele foi envolvido em uma troca, foi pro Lakers e de lá não saiu mais até se aposentar.

O jovem Kobe com a camisa 8, a primeira que ele aposentou

Campeão da NBA por impressionantes 5 vezes liderando os Lakers, Kobe Bryant também venceu a medalha de ouro de Basquete duas vezes, nas Olimpíadas de Pequim em 2008 e de Londres em 2012. No vídeo abaixo está o seu top 5 em Jogos Olímpicos.

Eleito o MVP na temporada 2007/2008, ele também foi eleito o MVP das finais de 2009 e 2010, e foi convocado 15 vezes para All-Star, nos quais foi escolhido por 4 vezes como o MVP.

Nesse vídeo para a ESPN, Kobe Bryant conta sua história em suas próprias palavras.

Nessa outra compilação da NBA, vemos as melhores das jogadas de Kobe contra todos os times que jogou na carreira.

Logo após o acidente, vários boatos falsos circularam, um deles de que as filhas de Kobe estariam no helicóptero, o outro de que o ex-jogador dos Lakers Rick Fox, dono da equipe de eSports Echo Fox e amigo pessoal de Kobe, que logo se manifestou em pesar, dando fim nas especulações.

Kobe e Gianna

Depois do mundo chorar por Kobe, chorou novamente com a confirmação de que Gianna estava com ele no voo. Kobe tinha 41 anos, e sua filha, apenas 13. As outras vítimas da tragédia também merecem ser lembradas, e entre elas estavam duas outras famílias, portanto o sentimento de pesar é bem grande enquanto escrevo estas linhas. Kobe e Gianna deixam sua esposa Vanessa e suas outras duas filhas.

Kobe Bryant

Eu cresci acompanhando os Lakers, desde os tempos de Kareem Abdul-Jabbar, que me acompanhou desde a infância até o fim da adolescência, e quando Shaquille O'Neal foi jogar lá, só reforçou o meu sentimento pelo time. Quando conheci Kobe Bryant, a coisa ficou ainda mais séria, ele foi o maior que vi jogar com a camisa do Lakers. Um jogador completo, um verdadeiro artista da bola de basquete, um atleta incansável em busca da vitória.

Sempre tive um carinho especial pelos times de cidades que visitei e me apaixonei quando era jovem como L.A., San Francisco e Seattle (saudades do extinto Seattle Sonics), mas o meu time do coração na NBA sempre foi o Lakers. Não tive condições emocionais de escrever este texto antes, pois realmente fiquei muito abalado com essa tragédia, então peço desculpas pelo post só ter saído hoje.

Black Mamba

Juntos, Shaq e Kobe formaram uma dupla histórica, e venceram três títulos da NBA. Depois disso, Kobe ainda venceu mais dois, já sem o apoio do seu mestre, o que pra ele significou muito. O Mamba é reconhecido por muitos torcedores e jornalistas como o maior jogador dos Lakers em todos os tempos, o que quer dizer muito se lembrarmos das verdadeiras lendas que defenderam o time da Califórnia.

Mamba

Foram 20 anos de serviços prestados não só ao Lakers, mas também aos amantes do esporte. Em seu último jogo antes da aposentadoria, Kobe marcou impressionantes 60 pontos, o que mostra que ele poderia ter ido adiante por alguns anos, mas preferiu parar em grande estilo. Como eu disse no Twitter no dia do seu emocionante jogo de despedida, Kobe fez "60 pontos aos 37 anos, e jogaria mole mais umas 5 temporadas".

Kobe em seu jogo de despedida

Sua vida foi dedicada ao esporte, e ele realmente deixava sua alma em quadra a cada jogo. Seus números pelo Lakers são impressionantes, assim como as duas décadas defendendo as suas cores. Seu recorde de pontos foram 81 marcados em uma partida contra o Raptors em 2006, um desempenho fantástico do qual você pode ver alguns destaques abaixo.

Quando deixou as quadras aos 37 anos, Kobe resolveu apostar no entretenimento. Ele era o dono da Granity Studios, uma produtora especializada em projetos ligados a esporte. O mais famoso deles o curta Dear Basketball, ou Querido Basquete, inspirado na carta que ele escreveu em 2015 para anunciar sua aposentadoria no final da temporada seguinte. Esse filme é tão maravilhoso que venceu o Oscar de melhor curta de animação em 2018.

Destinada ao próprio basquete, a carta foi escrita para tentar exprimir a gratidão e os sentimentos de Kobe pelo esporte. O filme tem direção e traços de Glen Keane, e mostra em desenhos as jogadas imortais de Kobe, com a sua narração e uma belíssima trilha sonora de John Williams.

Vencer o Oscar foi mais uma glória na incrível carreira de Kobe, desta vez fora das quadras, mas ainda mostrando todo o amor e dedicação que sentia pelo esporte que mudou a sua vida, e que foi também mudado por ele. Se esse curta já emocionava profundamente antes da morte de Kobe, agora então nem se fala. Caso você não tenha assistido Dear Basketball, recomendo imensamente que pare tudo e o faça.

Depois de ganhar um Oscar, a Granity continuou apostando no esporte, com as séries MBN – Musecage Basketball Network) (2017) e Detail (2018), ambas criadas, escritas e apresentadas (ou narradas) por Kobe. Tanto em MBN quanto em Detail, Kobe busca analisar detalhes de partidas ou de jogadores para ensinar as novas gerações a verem o esporte de outra forma.

O último tweet de Kobe foi uma mensagem para LeBron James, que tinha superado ele como terceiro maior pontuador da história da NBA na véspera, ultrapassando sua marca histórica de 33.643 pontos na carreira, ou seja, até o fim, Kobe demonstrou ser um sujeito de muita classe. LeBron pode ter demorado a se manifestar, mas o fez de forma bonita, em um texto que mostra um grande reconhecimento ao seu ídolo, e a verdadeira lenda da NBA e do esporte que foi Kobe Bryant.

Seu velho amigo Shaq também se manifestou pelo Twitter, dizendo que seu amigo era "muito mais do que um atleta, ele era um homem de família., lembrando também que Gianna tinha nascido no mesmo ano de sua filha mais nova." Ele também gravou um episódio do seu podcast dedicado a Kobe. Outro grande Laker que também postou suas condolências para a família Bryant foi Magic Johnson, que além de lamentar a morte do amigo, também se lembrou das outras vítimas do acidente.

O mundo do entretenimento e dos esportes foi totalmente abalado pela partida de Kobe, com várias homenagens nas partidas disputadas no fim de semana e também na premiação Grammy 2020. Kobe Bryant realmente deixa um vazio imenso. Descansem em paz, Kobe, Gianna e os outros passageiros do voo, John Altobelli, Keri Altobelli, Alyssa Altobelli, Christina Mauser, Sarah Chester, Payton Chester, além do piloto Ara Zobayan.

Adeus, Mamba, e muito obrigado!

Onde quer que o Mamba esteja agora, um agradecimento de coração por todos os lances mágicos que ele fez, dentro e fora da quadra.

Leia mais sobre: , , , , .

relacionados


Comentários