Meio Bit » Games » Microsoft » Pandemia de COVID-19 fez Xbox Live ter pico de até 775% de uso

Pandemia de COVID-19 fez Xbox Live ter pico de até 775% de uso

Microsoft precisou desativar alguns serviços online na Xbox Live para poder atender ao pico de demanda durante a quarentena.

19 semanas atrás

Graças à COVID-19, grave doença respiratória causada pelo novo coronavírus, muitos governos recomendam ou mesmo obrigam o povo a manter algum nível de isolamento social. Mais pessoas em casa, mais internautas e… jogadores online. Foi o que a Microsoft descobriu em seus serviços em nuvem, em especial o Xbox Live.

Laguna-Microsoft-Xbox-Live-Forza

Em uma publicação no blog da plataforma Azure, foi observado no Microsoft Teams um tráfego de mais de 44 milhões de usuários por dia. Durante a semana (21 a 27 de março), tais usuários demandaram uma média de 900 milhões de minutos de uso no Teams, diariamente.

Governos estão utilizando o Power BI para compartilhar dados sobre a COVID-19 com a população e seu uso cresceu 42%, assim como triplicou o uso do Windows Virtual Desktop em tal período. E agora o dado mais relevante: nas regiões com isolamento social estimulado, houve crescimento de até 775% no uso de serviços em nuvem e isso incluiu o Xbox Live.

Se, assim como o tio Laguna, você tentou editar vídeo de sua jogatina no Xbox One hoje, provavelmente sentiu alguma lentidão bem incomum. Entretanto, apenas limitação da banda não será a única medida para a Microsoft ajustar os serviços online à crescente demanda por causa do período de quarentena: para aliviar a carga dos moderadores do Xbox Live, serão desativados temporariamente os uploads de conteúdo personalizado para os clubes.

E não duvido que em algum momento o upload dos vídeos seria limitado ao 720p, ou até mesmo aos 480p como no caso dos serviços de streaming. Outra atitude da Gigante de Redmond será trabalhar em conjunto com as editoras de jogos para que elas tentem atualizar os games apenas nos horários de vale.

Quanto ao concorrente PlayStation Network, a velocidade dos downloads na civilização foi diminuída. Aqui na barbárie, qualquer velocidade acima de 10 MB/s (100 Mb/s) é considerada como normal, enquanto seria “lenta” no mundo civilizado.

Enfim, é bom lembrar que graças à pandemia a infraestrutura de internet como um todo vem se aproximando da operação em capacidade máxima, especialmente em lugares onde há oligopólios e cartéis de operadoras de internet. Sim, isso mesmo: no Brasil seu console demorar a baixar games e atualizações talvez seja o menor dos problemas.

Fonte: Azure via The Verge.

relacionados


Comentários