Meio Bit » Hardware » Intel apresenta novos processadores de 10ª geração para notebooks

Intel apresenta novos processadores de 10ª geração para notebooks

Novos processadores Comet Lake-H da Intel para notebooks, voltados para uso pesado em programas e jogos atingem clocks acima de 5 GHz

25 semanas atrás

A Intel apresentou nesta quinta-feira (2) a segunda leva de processadores Core de 10ª geração da família Comet Lake: são seis novos modelos da Série H (Comet Lake-H) e voltados a notebooks, mas focados em alto desempenho para jogos e programas pesados. O destaque fica para o topo de linha Core i9-10980HK, octa-core que atinge um clock de 5,3 GHz em TurboBoost.

Intel / design do processador Comet Lake-H para notebooks

A linha Comet Lake, cujos primeiros modelos foram apresentados em agosto de 2019, é uma otimização ainda mais pesada do processo de litografia de 14 nanômetros do que as feitas em ocasiões anteriores. Como a Intel se atrapalhou totalmente com seu ciclo de evolução, o que a fez abandonar a estratégia "tick-tock", ela está lustrando os chips de 14 nm o máximo que pode, enquanto os Ice Lake ainda são os únicos com CPUs de 10 nm e PCHs de 14 nm.

Os primeiros modelos da linha Comet Lake, das séries U e Y, são voltados a notebooks intermediários e de entrada e ultrabooks, com foco em produtividade, enquanto os Ice Lake focam em uso mediano, como jogos simples, estudos e vídeos. A série Comet Lake-H, por sua vez is all about power: embora continuem sendo chips de laptops como todos os demais, eles foram desenvolvidos para processamento pesado, como em programas de edição gráfica, prototipagem, AutoCAD e claro, jogos que consomem muitos recursos.

Por isso mesmo a Intel não poupou no poder de fogo, e dos seis modelos disponíveis, quatro atingem clocks de 5 GHz em modo TurboBoost, sendo que três deles ultrapassam essa marca. Ainda assim, convém lembrar que estamos olhando para processadores que sob todos os aspectos, são remanescentes da linha Skylake otimizados até o extremo, e que vêm recebendo novos recursos e tecnologias ao longo dos anos.

Estes são os novos processadores Intel Comet Lake-H, todos com TDP de 45 W:

  • Core i9-10980HK: oito núcleos, 16 threads, clock base de 2,4 GHz (5,3 GHz com TurboBoost), desbloqueio total para overclock, cache de 16 MB;
  • Core i7-10875H: oito núcleos, 16 threads, clock base de 2,3 GHz (5,1 GHz com TurboBoost), cache de 16 MB;
  • Core i7-10850H: seis núcleos, 12 threads, clock base de 2,7 GHz (5,1 GHz com TurboBoost), desbloqueio parcial para overclock, cache de 12 MB;
  • Core i7-10750H: seis núcleos, 12 threads, clock base de 2,6 GHz (5 GHz com TurboBoost), cache de 12 MB;
  • Core i5-10400H: quatro núcleos, oito threads, clock base de 2,6 GHz (4,6 GHz com TurboBoost), cache de 8 MB;
  • Core i5-10300H: quatro núcleos, oito threads, clock base de 2,5 GHz (4,5 GHz com TurboBoost), cache de 8 MB.

Além disso, os novos chips trazem suporte a Thunderbolt 3 com PCIe 3.0 (para uso de eGPUs, requer controlador da Intel), Wi-Fi 6 (Wi-Fi 802.11ax, requer módulo RF CNVi da Intel), SATA 3.0, até 128 GB de memória RAM DDR4 Dual Channel com frequência de até 2.933 MHz e USB 3.1 (ou segundo a nomenclatura oficial, USB 3.2 Gen 2; não confunda), entre outros recursos.

Intel / diagrama do processador Comet Lake-H

A Intel aproveitou e fez uma comparação da performance em jogos entre o Core i9-10850H, seu novo topo de linha para laptops, e o Core i7-7820HK, processador Kaby Lake de 7ª geração lançado em 2017, que foi por um tempo o queridinho das OEMs para notebooks gamers de ponta.

O resultado foi um massacre: 54% mais performance em Red Dead Redemption 2, 42% mais no modo Dynasty de Total War: Three Kingdoms, 27% mais na demo gráfica World of Tanks enCore e 23% mais em Assassin's Creed Odyssey e Far Cry: New Dawn, com todos os títulos rodando em 1080p e configurações no modo High (não Ultra).

Intel / Core i9-10850HK vs. Core 17-7820HK em jogos

A Intel não deu nenhuma informação sobre quando veremos os primeiros notebooks com processadores Comet Lake-H no mercado, até porque a pandemia da COVID-19, causada pelo novo coronavírus (SARS-CoV-2) mandou todos os cronogramas para a cucuia.

Entrando em especulações e sendo razoavelmente otimista, eu diria que OEMs parceiras como Samsung, Dell, Acer, Lenovo, MSI e outras devem revelar os primeiros modelos com tais chips a partir do segundo semestre, sem definir datas. Isso é, dependendo de quando voltarmos à normalidade.

Leia mais sobre: , .

relacionados


Comentários