Meio Bit » Entretenimento » Apple TV+ compra direitos de Greyhound por US$ 70 milhões

Apple TV+ compra direitos de Greyhound por US$ 70 milhões

Apple garante exclusividade do filme Greyhound, produção da Sony e Tom Hanks que devido a pandemia, não tinha data de estreia nos cinemas

20/05/2020 às 10:30

A Apple pode ter sido afetada pela pandemia da COVID-19 como todo mundo, mas ela também está aproveitando a situação para proveito próprio: com as pessoas ficando em casa, mais e mais pessoas recorrem ao streaming em busca de entretenimento, assim, a maçã vem buscando meios de incrementar o portfólio do Apple TV+, que já conta com mais de 10 milhões de assinantes.

A mais recente investida resultou na aquisição de direitos exclusivos de exibição de Greyhound, o filme estrelado por Tom Hanks (que também assina o roteiro) sobre um dos trabalhos mais arriscados da Segunda Guerra Mundial, que não mais irá para os cinemas.

Sony Pictures / Apple / Greyhound

O filme, baseado no romance de 1995 The Good Sheperd de C. S. Forester, narra a situação desesperadora dos comboios dos navios mercantes, que levavam suprimentos da América para a Europa, tendo que lidar com as matilhas dos U-Boats nazistas, que massacravam os navios sem piedade.

Greyhound é uma produção da Columbia Pictures, ou seja, pertence ao portfólio da Sony Pictures, e teve uma vida conturbada. Originalmente agendado para estrear nos cinemas em março de 2019, foi adiado para maio de 2020, e novamente postergado para 12 de junho.

Quando a pandemia da COVID-19 se intensificou, a Sony adiou a estreia de Greyhound por tempo indeterminado, o que poderia significar que talvez a obra não desse as caras na tela grande ainda em 2020, e como dinheiro parado não é legal, outras alternativas passaram a ser consideradas.

Sony Pictures / Apple / Greyhound

Do lado de Cupertino, atualmente o Apple TV+ possui um número muito pequeno de assinantes, ainda mais quando comparado com os da Disney+, que foi lançado na mesma época. Os motivos são simples: seu catálogo é pequeno demais para justificar a mensalidade, mesmo ela sendo bem menor que os de seus concorrentes.

Tendo em vista que o percentual de uso aumentaria com a pandemia (a Apple não revela dados de audiência, como de praxe), a maçã começou a injetar mais dinheiro de modo a comprar filmes e séries de produtoras externas, para "fazer a Netflix" e focar também em reexibições de produções renomadas.

Ter um nome como Tom Hanks em seu catálogo é algo atrativo demais, e assim, a Apple fechou com a Sony um acordo de exclusividade, onde a estreia de Greyhound se dará no Apple TV+ e não mais nos cinemas.

O preço fixado? US$ 70 milhões, uma quantia considerável para a Sony, e embora seja a maior aquisição da Apple para seu serviço de streaming até o momento, tal montante ainda é troco de pinga para Cupertino.

Como o budget do filme foi fechado em US$ 50 milhões, a Sony já conseguiu um lucro bruto de US$ 20 milhões de cara.

O acordo garante à Apple a exclusividade sobre Greyhound por 15 anos, em todos os países em que o Apple TV+ está disponível, Brasil incluso. Já a Sony manteve os direitos de distribuição na China, onde os cinemas estão começando a reabrir.

A data de estreia de Greyhound no Apple TV+ não foi anunciada.

Com informações: Deadline, Forbes.

relacionados


Comentários