Meio Bit » Games » Gamers se unem para ajudar museu dedicado à 2ª Guerra

Gamers se unem para ajudar museu dedicado à 2ª Guerra

Após a pandemia obrigar o fechamento do The Airborne Museum at Hartenstein, um clã dedicado a jogos da 2ª Guerra resolveu ajudar com uma vaquinha virtual

29/06/2020 às 10:16

Na maior parte do tempo nem nos damos conta disso, mas a pandemia de coronavírus afetou todos os setores da sociedade, incluindo os museus. Sem que as pessoas possam visitar esses lugares, eles viram seus faturamento despencarem e um que tem sofrido bastante com isso é o The Airborne Museum, localizado na cidade holandesa de Oosterbeek e que é dedicado a manter a história da 2ª Guerra Mundial.

O Museu Airborne, da 2ª Guerra

The Airborne Museum at Hartenstein. Oosterbeek, Holanda.

Localizado onde antes existiu o Hotel Hartenstein, o prédio do museu serviu como quartel-general da 1ª Divisão Aerotransportada Britânica, no que ficou conhecida como a Batalha de Arnhem, na famosa Operação Market Garden. Assim, no dia 17 de setembro de 1944 vários paraquedistas britânicos e poloneses saltaram sobre a cidade, com o objetivo de tomar a ponte que passava sobre o Rio Reno. O problema é que no caminho eles foram surpreendidos pela 9ª e pela 10ª Divisão Panzer, do exército alemão.

O que viu-se a seguir foi uma verdadeira carnificina. Com as unidades aliadas acuadas e sem ter recebido o apoio que deveria ter chegado por terra, o confronto ainda durou por nove dias, mas eles se viram obrigados a recuar. O saldo foi de mais de 10 mil mortos, o que representava cerca de 75% da força daquela divisão, o que fez com que a 1ª Aerotransportada nunca mais entrasse em batalha durante a 2ª Guerra.

E foi para contar estas e outras histórias que o museu foi criado, mas por ter sido fechado logo após passar por uma grande reformulação, os responsáveis pela instalação estimam que atualmente o prejuízo esteja na casa dos € 300 mil. Então, quando parecia que não haveria solução para o problema, a ajuda veio de um local inesperado: os apaixonados por games.

Conhecidos como Easy Company 506th PIR, este é um clã formado para homenagear aqueles que lutaram pela 101ª Divisão Aerotransportada dos Estados Unidos, a mesma cujas batalhas foram retratadas na espetacular minissérie Band of Brothers. Focados em “shooters militares históricos e táticos”, como Post Scriptum, Hell Let Loose e Rising Storm 2, o grupo ficou comovido com a situação do Airborne Museum e decidiu agir.

Após serem informados da situação por um dos membro do clã, eles tomaram a iniciativa de criar uma campanha de vaquinha virtual para levantar € 2 mil. Inicialmente a meta lhes pareceu alta, mas eles a alcançaram rapidamente e mesmo ao subirem o valor para € 5 mil, não tiveram problema para superá-lo.

Tendo chamado a atenção de algumas desenvolvedoras de jogos, eles ainda realizaram uma live no Twitch que durou por mais de 22 horas, onde mostraram jogos, objetos do museu, entrevistas com curadores e até com um veterano da 2ª Guerra Mundial. O resultado? Ao todo eles arrecadaram € 9,233!

Não esperávamos conseguir tanto dinheiro tão rapidamente, nós pensávamos que [a campanha] seria pequena,” afirmou o líder do clã, Nicholas “Winter5427” Collins. “Eu achei que isso seria uma coisa nossa, uma coisa dos Easy, eu não esperava que todos esses clãs, desenvolvedoras e comunidades se envolveriam. Seria uma lista muito longa para mencionar todos eles.

A comoção chegou a fazer com que a desenvolvedora do Post Scriptum, a Periscope Games, fizesse uma alteração interessante no jogo. Agora, quem entrar no Hotel Hartenstein poderá ver a reprodução de uma inscrição presente em uma das paredes do prédio real e que foi feita por um soldado soldado durante o combate. Confira:

Tudo isso pode parecer pouco, mas num meio em que muitas vezes a comunidade é — merecidamente — criticada pelas ondas de ataques e ofensas, é bacana ver um grupo de jogadores se unirem para ajudar uma boa causa.

Fonte: PCGamer

relacionados


Comentários