Meio Bit » Games » Hideo Kojima quer fazer jogo de terror com o mangaká Junji Ito

Hideo Kojima quer fazer jogo de terror com o mangaká Junji Ito

Interessado em criar o jogo de terror mais assustador possível, Hideo Kojima teria convidado o autor de mangás Junji Ito para participar do projeto

28/07/2020 às 10:07

Quando a Konami lançou a demo P.T., o mundo descobriu que Hideo Kojima poderia nos dar um ótimo — e muito assustador — jogo de terror. Infelizmente o projeto não foi adiante e o Silent Hills acabou sendo engavetado, mas de acordo com uma revelação feita por Junji Ito, o game designer não desistiu de criar algo que consiga nos aterrorizar.

Junji Ito

Ao conceder uma entrevista durante a Comic-Con 2020, o renomado mangaká foi questionado se estaria trabalhando na criação de um jogo e embora a princípio tenha negado, Junji Ito admitiu estar em contato com o pai da saga Metal Gear.

Eu conheço o diretor Kojima e temos conversado sobre ele poder ter um jogo de terror em que pode estar trabalhando e então ele me convidou para trabalhar nisso, mas ainda não existem detalhes sobre [o projeto].

Mesmo sem confirmar a criação de tal jogo, as palavras do artista reforçam as diversas declarações que Kojima tem dado recentemente sobre a possibilidade de criar um jogo de terror. Uma das últimas aconteceu em abril deste ano, quando o game designer disse que já possui ideias para desenvolver “algo que utilize um revolucionário método de criar terror, algo que não leve você a fazer xixi nas calças, mas a borra-las.

O súbito interesse do japonês pode parecer uma contradição, afinal há alguns anos ele revelou que o medo era aquilo havia feito com que desistisse de desenvolver um jogo de terror. Porém, Kojima acredita que é justamente essa facilidade em se assustar que poderia render um jogo mais apavorante do que costumamos ver por aí.

Junji Ito, o mestre dos mangás de terror

E se Hideo Kojima realmente quiser seguir por este caminho, talvez não pudesse ter encontrado um parceiro melhor que Ito. Nascido em 1963, ele começou a escrever e desenhar mangás por volta de 1987, mas a fama começou a surgir três anos depois, quando a história Tomie foi premiada num conceituado evento organizado pelo autor de terror, Kazuo Umezu.

Publicada na revista Monthly Halloween, ela contava a história de Tomie Kawakami, uma bela garota imortal que tem a capacidade de fazer com que qualquer pessoa se apaixone por ela. A partir daí, o ser sobrenatural começa a causar loucura em suas vítimas, fazendo com que homens cometam atos de extrema violência e mulheres percam o juízo.

Outra criação muito adorada pelos fãs do mangaká atende pelo nome Uzumaki. Neste mangá a história gira em torno de Kurouzu-cho, uma fictícia cidade que vem sendo atormentada por… espirais. Isso faz com que as pessoas do local se tornem obcecadas pelo fenômeno e com isso mortes bem estranhas começam a acontecer. Segundo Junji Ito, o que torna esta revista assustadora é a simbologia e a luta dos protagonistas contra uma força muito mais forte do que eles.

A expectativa é para que ainda em 2020 seja lançado um promissor anime de Uzumaki, que está sendo produzido pelo canal Adult Swim.

A terceira grande obra de Ito atende pelo nome Gyo. Nela acompanhamos Tadashi e Kaori, um casal que terá que fazer o possível para sobreviver a uma horda de peixes-mortos-vivos com pernas de metal e que começam a espalhar algo que pode ser chamado de “o fedor da morte.”

Aqui novamente a obsessão aparece como parte central da história, fazendo com que o leitor esteja constantemente incomodado com o que nos é mostrado e com o autor não tendo receio de nos chocar. Esta foi a maneira de Ito abordar as histórias de guerra que seus pais lhes contava quando era pequeno e por mais bizarro que possa parecer a maneira como ele representou os invasores, isso é Junji Ito!

Update: através da sua conta no Twitter, Ito tratou de esclarecer suas palavras, dizendo que, ao menos por enquanto, não existe um projeto para a criação de um jogo.

"Disse casualmente que recebi uma proposta do Sr. Kojima, mas na verdade, foi uma observação sobre uma festa em que ele disse, 'se houver uma oportunidade, poderei lhe pedir ajuda.' Peço desculpas ao Sr. Kojima e a todos os fãs a quem eu possa ter dado falsas esperanças."

Fonte: Rocket, Paper, Shotgun

Leia mais sobre: , , , .

relacionados


Comentários