Meio Bit » Games » Teria o PS4 perdido o apelo com os indies?

Teria o PS4 perdido o apelo com os indies?

Editora diz que o Nowhere Prophet vendeu no PS4 apenas 5% do que foi registrado no Switch e chama a atenção para desempenho comercial dos indies no console

05/08/2020 às 9:37

Algumas pessoas costumam defender a ideia de que os jogos independentes são a salvação da indústria, o último foco de criatividade no meio de grandes produções requentadas. Porém, sabemos que muitas vezes os indies encaram muita dificuldade para se destacar e a julgar pelos comentários feitos pelo fundador da No More Robots, comercialmente o PS4 deixou de ser uma boa plataforma para esses títulos.

PS4

A decepção de Mike Rose aconteceu depois da sua empresa lançar o jogo Nowhere Prophet, para Xbox One, Nintendo Switch e PlayStation 4. Esta foi a primeira vez que a editora publicou algo no console da Sony, mas o desempenho por lá foi tão ruim, que o executivo usou sua conta no Twitter para colocar em dúvida se eles continuarão apoiando a plataforma.

Finalmente tivemos o nosso primeiro lançamento para PS4 na semana passada! Se você estiver se perguntando se jogos menores vendem bem no PS4 no momento, o nosso final de semana inicial no PS4 foi 5% das vendas do nosso final de semana inicial no Nintendo Switch. Haha! Ou seja, nós quase não vendemos nada no PS4.

Para ser sincero, eu duvido que lançaremos qualquer jogo no PS4 depois disso. Eu tinha ouvido que a situação estava ruim, mas caramba, não chegou nem perto das vendas que conseguimos no Switch e no Xbox.

Rosa ainda aproveitou para garantir que o lançamento de outro dos seus jogos no PlayStation 4, o Descenders, acontecerá no dia 25 de agosto e que espera que este consiga se sair melhor. Mesmo assim ele se disse bastante frustrado com a situação e acredito que caso o desempenho comercial se repita, em breve teremos outra forte declaração da sua parte.

Vale lembrar que esta é a mesma empresa que recentemente usou o próprio Descenders para elogiar o Xbox Game Pass, já que a presença do jogo no serviço de assinatura da Microsoft estaria contribuindo para aumentar as vendas mesmo no Nintendo Switch. Outro detalhe importante nesta história é que no caso do Nowhere Prophet, o jogo de cartas também faz parte do catálogo do Game Pass, mas mesmo assim ele teria vendido muito mais no Xbox One do que no PlayStation 4.

Algo que pode ter contribuído para essa diferença tão grande no número de vendas foi o desconto que o jogo recebeu tanto no Xbox One quanto no Switch. De acordo com Rose, eles queriam fazer o mesmo no PlayStation 4, mas a Sony teria dito que isso não seria possível porque eles estavam "muito ocupados" para habilitar tal promoção (!?). O curioso é que há cerca de um mês a fabricante não viu problema em abrir espaço para a divulgação do Nowhere Prophet no seu blog.

Sendo assim, muitas teorias estão sendo levantadas sobre o que levou o jogo a fracassar no PS4, mas aquela com que mais concordo é sobre a PlayStation Store não ajudar os indies, com a sua navegação sendo confusa e absurdamente lenta. De qualquer forma, o que não consigo é culpar o pessoal da editora por estar cogitando desistir do videogame da Sony, já que ao contrário do que aconteceu por por lá, no Switch e no Xbox One eles precisaram de apenas algumas poucas horas para recuperar o valor investido na adaptação destas versões.

A minha dúvida é: se os indies de fato estão com problemas para vender no PS4, como isso poderá afetar a presença desses jogos no seu sucessor?

Fonte: Kotaku

relacionados


Comentários