Meio Bit » Games » Streaming de jogos no iOS? Nem pensar, segundo a Apple

Streaming de jogos no iOS? Nem pensar, segundo a Apple

Apple diz que serviços de streaming de jogos pela nuvem são inviáveis para o iOS; políticas da plataforma exigem revisão individual dos títulos

07/08/2020 às 11:30

Enquanto a Microsoft anunciava o lançamento público (em beta) do Project xCloud, seu serviço de streaming de jogos pela nuvem para dispositivos Android, a empresa ao mesmo tempo desligava o programa em testes no iOS, levantando a suspeita de que talvez a Apple não estivesse disposta a libera-lo.

Pouco tempo depois, um porta-voz da maçã confirmou o caso, dizendo que este e outros serviços do tipo, como Project Stadia e GeForce Now, não poderão entrar no Jardim Murado de Cupertino.

Microsoft / Project xCloud / streaming

A explicação dada pelo porta-voz foi a resposta-padrão para todo e qualquer evento que leva ao bloqueio ou remoção de apps e serviços do iOS: "preocupação com a segurança e privacidade" dos usuários iOS. A posição da empresa é de que nenhum aplicativo tem diferença de tratamento (há controvérsias), e todo software ou jogo precisa ser revisado individualmente antes de ser aprovado na plataforma.

Questiono se fazem isso também com os filmes, séries e documentários da Netflix (o tratamento reservado ao Amazon Prime Video a gente já sabe qual é), mas divago.

A Apple alega que tal tratamento é necessário para garantir a segurança das interações dos jogadores dentro de seu ecossistema, algo que Tim Sweeney, CEO da Epic Games já apontou se tratar de uma desculpa esfarrapada: se levada ao pé da letra, tal regra impediria o funcionamento no iPhone, iPad, Mac e Apple TV os recursos de cross-play e cross saving de Fortnite, compartilhado entre os dispositivos Apple e Windows, PS4, Xbox One, Nintendo Switch e Android, e em breve, PS5 e Xbox Series X.

A Microsoft afirma que as restrições impostas pela Apple inviabilizam o lançamento do Project xCloud no iOS, assim, quem quiser jogar pela nuvem os títulos do Xbox One terá que comprar um celular Android, de preferência o bundle especial do novo Galaxy Note 20 Ultra, que vem com um controle e 3 meses do Xbox Game Pass Ultimate, serviço necessário para ter acesso ao streaming.

Nada foi dito sobre streaming em PCs, ao menos por enquanto.

Facebook Gaming no iPhone / streaming

Facebook Gaming só chegou ao iOS depois que os mini-games foram removidos

A Microsoft não é a única a reclamar das políticas da Apple: o Facebook Gaming, a plataforma de transmissão de jogos da rede social de Mark Zuckerberg, lançou um aplicativo móvel para Android em abril de 2020, com a possibilidade de transmitir direto da tela do celular, acompanhar vídeos de seus canais e jogos favoritos e até mesmo curtir alguns mini-games, com integração social.

A versão para iOS só foi liberada agora, após meses de entrave justamente porque a maçã encrencou com os joguinhos, que tiveram de ser removidos do app para que o Facebook Gaming pudesse enfim ser lançado. Essa birra da maçã preveniu o lançamento de outros produtos, como o Google Stadia e o GeForce Now da nVidia, que só funcionam no Android.

Por fim, basta lembrar da novela que foi o lançamento do Steam Link para iPhone, após a Apple implicar com o app; a Valve só conseguiu que ele fosse aprovado após provar que ele só faz streaming via LAN, de jogos que o usuário já possua em seu PC. Na época, já estava implícito que o principal motivo da Apple em barrar o software não era segurança.

Tanto no caso do Steam Link quanto do Project xCloud, Google Stadia e GeForce Now, o usuário tem acesso aos jogos ou por uma assinatura fixa, ou adquirindo-os individualmente, todos por meios que não passam pela App Store da Apple. Assim, a maçã não tem como recolher a taxa de 30% (15% em assinaturas, após 1 ano de fidelidade) sobre as movimentações financeiras, o que a levaria a bloquear tudo.

Apple / Apple Arcade / streaming

É preciso mencionar também o Apple Arcade, o serviço de assinatura da maçã que oferece uma grande quantidade de títulos, a sua maioria exclusivos, para usuários Apple no iPhone, iPad, Mac e Apple TV; o bloqueio seria uma forma de evitar concorrência, e mais:

Levando em conta os recentes investimentos de Cupertino em streaming com o Apple TV+, não seria surpresa alguma se a empresa anunciar em breve um recurso similar para seus games, permitindo que o assinante jogue em TVs da Samsung ou LG, que já embarcam recursos como AirPlay e apps como o Apple TV em seus aparelhos.

Especulações à parte, o que sabemos de concreto é que a Apple não está disposta a permitir apps de streaming de jogos em sua lojinha, independente do motivo, se por não coletar sua taxa ou por prezar pela segurança da plataforma. Aos usuários, resta o Android.

Com informações: Business Insider, The Verge

Leia mais sobre: , , , .

relacionados


Comentários