Meio Bit » Ciência » Neil deGrasse Tyson alerta sobre 2018VP1, asteroide que não vai fazer nada

Neil deGrasse Tyson alerta sobre 2018VP1, asteroide que não vai fazer nada

2018VP1 é um asteroide que tem 0.41% de chances de colidir com a Terra dia 2 de Novembro, e 0% de chance de causar algum dano, mas virou sensacioalismo.

19/10/2020 às 16:38

Neil deGrasse Tyson provavelmente nunca ouviu falar do Tio Ben, então ignora que grandes poderes trazem grandes responsabilidades. Por causa disso ele mais uma vez tentou ser engraçaralho na Internet, e criou uma onda de artigos sensacionalistas, ao alertar para um não-evento em 2 de Novembro, a passagem do asteroide 2018VP1.

OK, um tanto dramático. (Crédito: Cardoso Productions)

O pessoal que só lê títulos já está se preparando pro fim do mundo, e em defesa do Neil, em seu post no Instagram ele mesmo diz que não vai acontecer nada, mas não é assim que a grande mídia funciona. Na cabeça dos jornaleiros e das pessoas alerta de asteroide é sinônimo de fim do mundo, morte dos dinossauros, etc, etc.

Já a turma mais chegada num incenso, num cigarrinho de artista e numa bobagem mística decidiu que é um presságio, que o 2018VP1 é um alerta para que o povo americano não reeleja Donald Trump.

Em meio ao sensacionalismo, os fatos são decepcionantes para quem espera o apocalipse, mas no MeioBit a gente não escolhe a Realidade, então vamos a eles.

O 2018VP1 é minúsculo. Ele tem 2 metros de diâmetro, esse tipo de asteroide atinge a Terra umas três vezes por ano em média. Quer dizer, atinge em termos. Ele é tão pequeno que quando encontrar as camadas mais densas da atmosfera, a atingirá como uma parede de Adamantium e Mithril. Ele irá se desintegrar a mais ou menos 45Km de altitude, deixando uma linda mas inofensiva trilha de fragmentos incandescentes, segundo as simulações.

Dois metros de diâmetro é simplesmente pequeno demais para que pedaços significativos do meteoro cheguem ao chão. Ainda mais porque nem chão vai ter, a maioria das simulações coloca a entrada atmosférica do 2018VP1 em cima do Oceano Pacífico.

ISSO se ele atingir a Terra. As chances de uma colisão estão em 0.41%, ou 1 em 240.

Se você estiver em uma balsa no meio do Oceano Pacífico, e ser sorte, talvez veja algo assim:

Fora isso, a pior coisa que pode acontecer dia 2 de Novembro, é o povo americano eleger aquele sujeito (não disse qual).

 

relacionados


Comentários