Meio Bit » Games » Gabe Newell, um gnomo no espaço e uma boa causa

Gabe Newell, um gnomo no espaço e uma boa causa

Morando na Nova Zelândia desde o início da pandemia, Gabe Newell decidiu ajudar o país e para isso fará com que o famoso gnomo Chompski vá para o espaço

50 semanas atrás

Quando você está viajando e é bem recebido pelo anfitrião, o que costuma fazer para retribuir? Normalmente as pessoas dão algum presente, convidam para um jantar ou simplesmente dizem obrigado, mas quando você é Gabe Newell, este agradecimento pode vir na forma do um lançamento de foguete. Pode parecer loucura, mas por trás deste gesto há uma bela atitude por parte do fundador da Valve.

Gnomo Chompski / Valve / Gabe Newell

Crédito: Divulgação / Rocket Lab.

Tudo começou no mês de março de 2020, quando a empresa responsável pelo Steam lançou o jogo para dispositivos de realidade virtual, Half-Life: Alyx. Com o título nas mãos dos jogadores, Gabe Newell decidiu tirar 10 dias de férias e o destino escolhido para o descanso foi a bela Nova Zelândia. O que ele não poderia imaginar é que o mundo viraria de cabeça para baixo, com a pandemia de COVID-19 bagunçando a vida de muita gente.

Com as fronteiras do país prestes a fechar, o executivo e os amigos que estavam com ele tinham apenas 48 horas para decidir o que fariam e a escolha foi permanecer por lá. Encantados com a maneira como estavam sendo tratados, o grupo até anunciou o We Love Aotearoa, um concerto para celebrar o local, mas com o agravamento da situação ao redor do mundo, ele tiveram que adiar a festa. Porém, Newell ainda queria fazer algo para beneficiar os neozelandeses.

A ideia então passou a ser uma parceria com a empresa Rocket Lab, mas como aparentemente ele não leva muito jeito para trabalhar como astronauta, o escolhido para encarar a missão de ir ao espaço foi o Gnomo Chompski. Originalmente tendo aparecido no Half-Life 2: Episode Two, a estátua tornou-se famosa por estar relacionada à conquista “Pequeno Astronauta”, que consiste em carregar o gnomo por grande parte do jogo e enviá-lo ao espaço usando um foguete. Depois Chompski chegou a aparecer no Left 4 Dead 2, novamente sendo utilizado para desbloquear uma conquista, com a sua imagem chegando a virar um meme.

Pois para a confecção da estátua que terá apenas 15 cm de altura, Gabe Newell juntou-se à Weta Workshop, empresa que ficou conhecida mundialmente por produzir boa parte dos sets de filmagens, figurinos e criaturas vistas na trilogia O Senhor dos Anéis, de Peter Jackson. Para a tarefa eles optaram por utilizar titânio como material, mas nem isso deverá servir para facilitar a vida de Chompski.

O Electron sendo preparado para a missão "I Can't Believe It's Not Optical" (Crédito: Reprodução / Rocket Lab / Twitter)

Isso porque ao entrar no foguete Electron que partirá da Península de Māhia, o boneco fará parte do Voo 16, cujo objetivo é colocar em órbita 30 satélites — incluindo um desenvolvido por estudantes locais —, a uma altitude de 500 km. O problema é que o foguete foi projetado para reentrar na atmosfera e queimar completamente, o que nas palavras de Newell, faz com que a chance de sobrevivência do Chompski seja “sombria”.

Já de acordo com a Rocket Lab, “a missão serve como uma homenagem à inovação e à criatividade dos gamers de todo o mundo e também tem como objetivo testar e qualificar uma nova técnica de impressão 3D que poderá ser empregada em futuros componentes de espaçonaves.

Mas a esta altura você deve estar se perguntando que tipo de vantagem os moradores da Nova Zelândia terão com o envio de um gnomo ao espaço e é aí que entra o lado filantropo do homem por trás da Valve. Com o lançamento sendo transmitido ao vivo através do site da empresa responsável pelo foguete, Gabe Newell promete doar um dólar para cada pessoa que estiver assistindo, com o dinheiro arrecadado tendo como objetivo a unidade pediátrica de tratamento intensivo do Starship Children’s Hospital.

Por enquanto, a previsão é de que o Voo 16 aconteça em algum dia das duas semanas após 15 de novembro e quando isso acontecer, muitos fãs do Half-Life 2 ao redor do mundo ficarão felizes por saber que, de certa forma, o jogo que tanto adoram serviu para fazer com que várias crianças fossem ajudadas.

Fonte: Business Insider

relacionados


Comentários