Meio Bit » Games » Sobe o som! As 10 melhores trilhas sonoras dos games

Sobe o som! As 10 melhores trilhas sonoras dos games

Gosta de trilha sonora de games? Então prepare o fone de ouvido, aperte o play e faça uma viagem pela história dos jogos eletrônicos curtindo a nossa lista

20 semanas atrás

Apesar de ser uma mídia bastante focada na parte visual, os videogames muitas vezes se escoram numa boa trilha sonora para nos entregar uma experiência mais interessante e completa. Foi assim que diversas músicas ficaram gravadas nas nossas memórias, seja porque elas tocavam num looping infinitivo lá nos primórdios dos jogos eletrônicos, seja porque simplesmente eram muito boas e neste artigo iremos relembrar algumas delas.

Trilha Sonora

OutRun (Crédito: Reprodução/Dori Prata/Sega)

Antes de ir para a lista, preciso deixar claro que o meu conhecimento sobre a parte musical beira o zero. Portanto, não espere encontrar indicações técnicas, pois esta não é a minha área. Eu apenas cresci ouvindo uma infinidade de músicas de games e por isso o que você verá a seguir está muito ligado ao lado emocional, a jogos que de uma maneira ou de outra acabaram me marcando.

Como sempre, tive que deixar de fora muita coisa que gosto, já que o objetivo era listar apenas 10 trilhas e por isso você pode usar a sessão de comentários para fazer adições e as já tradicionais reclamações.

A seguir também deixarei o link para algumas páginas do Spotify que podem te interessar e se você estava procurando algumas músicas para ouvir quando estiver longe dos games, espero que essas indicações lhe agradem.

Streets of Rage (Série)

De todos os compositores que criaram músicas para jogos durante as décadas de 80 e 90, acho que nenhum conseguiu superar o mestre Yuzo Koshiro. A sua carreira está repleta de criações memoráveis, mas não há dúvida de que o ápice foi alcançado com a série Streets of Rage, para Mega Drive.

Contando com forte influencia da música eletrônica, do hip hop e do rhythm and blues contemporâneo, as músicas compostas para a trilogia estão entre as mais espetaculares a aparecerem nos videogames e por mais que no terceiro jogo a trilha sonora tenha perdido um pouco da sua força, ainda assim ela consegue ser bem superior a muita coisa lançada até hoje.

- Trilha do primeiro jogo no Spotify.

Castlevania Symphony of the Night

Para um jogo que leva a música no próprio nome, era de se esperar uma trilha sonora excelente e foi justamente isso o que Michiru Yamane entregou. Explorar o castelo do Conde Drácula ao som de música clássica, metal, jazz e rock é uma experiência indescritível, num dos melhores exemplos de como boas músicas podem ajudar muito na imersão.

Vale citar que o Symphony of the Night conta com algumas faixas que foram rearranjadas do Rondo of Blood e se eu tivesse que apontar uma franquia como aquela com as melhores trilhas, acho que ficaria com a Castlevania. Caso queira ouvi-las no Spotify, visite este link.

Outrun

Criado por Yu Suzuki e contando com trilha sonora de Hiroshi Kawaguchi, eu sempre fui fascinado pelas músicas de OutRun, pois além delas grudarem no nosso cérebro após apenas alguns minutos, ainda ajudam a tornar a nossa viagem pelos estágios do jogo muito mais divertida.

Um detalhe muito interessante é que o game nos permite escolher qual faixa tocará enquanto corremos e das disponíveis, acho que a minha favorita sempre foi a Magical Sound Shower, a primeira tocada no vídeo abaixo.

- Trilha no Spotify.

Top Gear

Depois de fazer um excelente trabalho compondo as músicas do Lotus Esprit Turbo Challenge, o escocês Barry Leitch foi convidado pela Gremlin Graphics para criar a trilha sonora de um novo jogo que se tornaria uma verdadeira febre no Brasil durante a década de 90, o Top Gear. Na época era comum entrarmos numa locadora e nos depararmos com pessoas disputando emocionantes corridas naquele jogo e quem o encarou certamente lembra de suas músicas.

Um detalhe que vale ser mencionado é que Leitch também assina a trilha do jogo brasileiro Horizon Chase e por mais que ela não seja tão memorável quanto a do Top Gear, é muito, mas muito boa!

- Página do artista no Spotify.

Final Fantasy VI

Apontar apenas um capítulo da série Final Fantasy quando se fala da trilha sonora não é uma tarefa muito simples, mas acredito que nenhum consegue superar o sexto. Extremamente inspirado, neste jogo o mestre Nobuo Uematsu conseguiu criar temas para cada personagem, cada localidade, cada chefe, fazendo jus a gigantesca saga proposta por Hironobu Sakaguchi.

Seria possível fazer um texto inteiro falando sobre as excelentes músicas presentes neste jogo, mas se for para citar apenas uma delas, acho que não há como fugir da Aria di Mezzo Carattere, uma ópera que contava até mesmo com um trecho em que podíamos ouvir vozes, algo que o Super Nintendo não seria capaz de reproduzir.

- Trilha no Spotify.

Chrono Trigger

Outro RPG para o Super Nintendo, mas neste o trabalho inicialmente estava sendo conduzido pelo até então programador de som, Yasunori Mitsuda. Foi só mais para frente que Nobuo Uematsu passou a fazer parte da equipe, ajudando o companheiro após ele sofrer com uma úlcera estomacal. Mesmo assim, o resultado foi simplesmente fantástico.

Com a saga de Chrono e seus amigos se desenrolando por milhares de anos, é impressionante notar como as músicas conseguem se encaixar perfeitamente com a história, ajudando a transformar este em um dos melhores jogos de todos os tempos.

The Elder Scrolls V: Skyrim

Quando Jeremy Soule foi convidado para compor a trilha do Skyrim, o diretor do jogo, Todd Howard, lhe disse que gostaria que a música tema fosse gravada por um coral de bárbaros. O artista então teve a ideia de reunir 30 homens para cantar na faixa intitulada Dragonborn e após dividir o resultado em três camadas, ele conseguiu dar a impressão de que 90 vozes participaram da gravação.

Conseguindo passar toda a grandiosidade da aventura que vivemos durante o título que foi lançado para diversas plataformas e que pode facilmente consumir centenas de horas de nossas vidas, não é de se estranhar que esta trilha seja tão adorada por muitas pessoas.

Curiosidade: o primeiro trabalho de Soule com games foi com o Secret of Evermore, RPG da SquareSoft lançado para o Super Nintendo lá em 1995.

- Trilha no Spotify.

Cuphead

Enquanto o Cuphead estava em desenvolvimento, dois aspectos da criação do Studio MDHR sempre se destacaram: os gráficos que lembravam desenhos animados dos anos 30 e a belíssima trilha sonora. Composta por Kristofer Maddigan, ao todo ele nos oferece 51 faixas, todas gravadas com o auxílio de músicos de jazz e o resultado foi o BAFTA de Melhor Trilha para Jogos e diversas outras premiações.

Curiosamente, Maddigan relutou por bastante tempo o convite para trabalhar com o jogo, o que só aconteceu depois de os irmãos Chad e Jared Moldenhauer, de quem ele era amigo desde a infância, conseguirem lhe convencer.

- Trilha no Soptify.

Super Metroid

Muitas vezes nem nos damos conta disso, mas a música pode ter um papel fundamental em fazer com que nos sintamos mais imersos em um jogo e um ótimo exemplo disso é o Super Metroid. Muito graças ao excepcional trabalho da dupla Kenji Yamamoto e Minako Hamano, explorar o planeta Zebes será uma das experiências mais claustrofóbicas já vista em um game

Em 1994 a Sony chegou a lançar um CD no Japão chamado Super Metroid: Sound in Action, que reuniu as músicas tanto do jogo lançado para o Super Nintendo, quanto para o seu antecessor. Imagino que hoje ele seja uma verdadeira relíquia, com cada cópia custando uma pequena fortuna.

Grim Fandango

Daquelas trilhas que nos dão vontade de continuar ouvindo mesmo quando não estamos jogando, as composições de Peter McConnell são uma grande salada de estilos que combinam perfeitamente com o estilo do jogo, mas principalmente, possuem um nível de qualidade altíssimo.

Mesmo que você nunca tenha jogado Grim Fandango (o que é uma falha imensa), recomendo dar uma chance a esta excelente trilha sonora, até porque ela por si só já poderá lhe servir como um grande incentivo a encarar este jogo que é uma verdadeira obra de arte.

- Trilha no Soptify.

Leia mais sobre: .

relacionados


Comentários