Meio Bit » Games » Sony e o desrespeito com os desenvolvedores de PS Vita

Sony e o desrespeito com os desenvolvedores de PS Vita

De acordo com estúdios que estavam desenvolvendo jogos para o PlayStation Vita, a Sony não teria lhes avisado sobre o fechamento da PS Store

25 semanas atrás

Quando a Sony anunciou o Vita, a sensação deixada foi de que a família PlayStation estava prestes a ver a chegada de um novo sucesso. Com um poder de processamento impressionante e quase todos os recursos que um portátil poderia receber, não tinha como ele dar errado, mas deu. Muito por causa da própria fabricante, o fim da sua produção pareceu ter acontecido cedo demais, mas a pá de cal sobre aquele videogame só será jogada mesmo em 27 de agosto de 2021.

PlayStation Vita

Crédito: Dori Prata/Meio Bit

Será neste dia em que a Sony desativará a PlayStation Store do Vita, confirmando assim um rumor que havia surgido recentemente e quando a fatídica data chegar, só teremos acesso a jogos que adquirimos anteriormente.

Para qualquer pessoa que ainda se diverte com o portátil e que não possui todos os títulos que gostaria, esta é uma notícia muito ruim, mas acredite, no caso de alguns desenvolvedores, ela foi ainda mais devastadora.

Sim, por mais que possa parecer um pouco arriscado criar jogos para uma plataforma que não é mais produzida, alguns estúdios enxergavam no PlayStation Vita um bom mercado. Um deles era o Lillymo Games (Twin Breaker, Habroxia, Perils of Baking), que há poucas semanas adquiriu um kit de desenvolvimento adicional para o portátil e ao saber que em breve não poderá mais vender digitalmente suas criações, tomou a única decisão possível:

Não fomos avisados sobre o fechamento da loja do Vita de nenhuma forma,” afirmou o fundador do estúdio, Barry Johnson. “Quando soube o que estava acontecendo por meio daquela história publicada no TheGamer, entramos em contato com a Sony para esclarecimento e não obtivemos resposta. Descobrimos ao mesmo tempo que o público que teríamos que cancelar a nossa versão para o Vita do nosso próximo jogo.

Este poderia ser um caso isolado, mas há relatos de outros profissionais que também não receberam um comunicado por parte da Sony sobre o iminente fechamento da loja para o PlayStation Vita. É o caso de Miguel Sternberg, da Spooky Squid e que está trabalhando numa adaptação do Russian Subway Dogs. Segundo ele, a esperança era de que as empresas receberiam um aviso por parte da Sony com bastante antecedência, algo como um ano.

O que torna a sua situação um pouco melhor, é o fato de o trabalho estar bem adiantado, então ele tentará publicar o jogo mesmo assim. Porém, o anúncio acabou tornando o projeto que era para ser divertido em algo mais estressante do que esperava e que agora só lhe restam dois caminhos: jogar todo o trabalho fora e cancelar a versão para o portátil, ou fazer dela sua prioridade e torcer para que nada inesperado aconteça.

A corrida contra o tempo realizada por Sternberg — e por qualquer pessoa que ainda queira ver sua criação chegando ao Vita — se deve ao prazo estipulado pela Sony. Segundo informações obtidas pelo site IGN, qualquer jogo deverá ser enviado para publicação até 12 de julho, com o seu lançamento ocorrendo até o dia 20 do mesmo mês. Já aqueles que quiserem passar pelo programa de controle de qualidade da empresa terão até 6 de julho, mas não há garantia de que todos serão atendidos.

Para piorar ainda mais a situação, a área da PS Store que traz os últimos lançamentos para o portátil não estaria sendo atualizada, o que obviamente tornará mais difícil fazer com que um novo jogo ganhe destaque nestes últimos meses. Porém, mesmo títulos lançados há algum tempo deverão sofrer com esse fechamento da loja, como é o caso do shmup Task Force Kampas. Embora esteja disponível em outras plataformas, o seu criador estima que deixar de ser vendido para o portátil deverá fazer seu faturamento cair entre 20 e 40%. Além disso, ele estava desenvolvendo um novo título para o PlayStation Vita, mas como não conseguirá entregá-lo dentro do prazo, terá que cancelar seu lançamento desta versão.

São vários os relatos de desenvolvedores que parecem se sentir como se tivessem sido traídos, sendo este um desfecho melancólico para um videogame que foi tão adorado, mas ao mesmo tempo tão odiado por muitas pessoas. Mas se pensarmos em tudo o que a Sony fez com o seu último console, não dava para esperar algo muito melhor do que isso e agora, para aqueles que ainda possuem um PlayStation Vita, resta cuidar com carinho do videogame e conferir listas que trazem aqueles jogos exclusivos que desaparecerão após o fim da PS Store ou que merecem ser adquiridos o quanto antes.

Fonte: Gamespot

PS: será que uma grande promoção de despedida da PS Store é pedir demais? Seria muito bom ter a possibilidade de adquirir alguns jogos que queremos por preços mais acessíveis.

Leia mais sobre: , , .

relacionados


Comentários