Meio Bit » Games » Football Manager e a ajuda dos games ao futebol feminino

Football Manager e a ajuda dos games ao futebol feminino

Visando dar mais espaço às mulheres e popularizar o esporte, Sports Interactive anuncia projeto que adicionará equipes femininas ao Football Manager

23/07/2021 às 8:54

Apesar de ainda estar muito longe da exposição e da popularidade do futebol masculino, o feminino aos poucos tem conquistado mais espaço e algo que poderá contribuir muito para isso são os videogames. A série FIFA é uma que desde a temporada de 2016 tem nos permitindo jogar com equipes formadas por mulheres e agora sabemos que outra que também está investindo pesado para um dia nos oferecer algo semelhante é a Football Manager.

Football Manager

Crédito: Divulgação/Sports Interactive

Famosa entre aqueles que adoram o esporte e um dia sonharam em gerenciar clubes profissionais, a franquia desenvolvida pela Sports Interactive sempre foi conhecida pela atenção aos detalhes e para manter este nível ao tentar recriar o futebol feminino, o estúdio inglês não está medindo esforços. Descrevendo a nova investida como um projeto para vários anos, quem falou sobre o caminho que eles pretendem seguir foi diretor do estúdio, Miles Jacobson.

Para começar, a ideia da desenvolvedora não é lançar um jogo separado, muito menos fazer com que as mulheres estejam em um modo que funcione de maneira independente, mas sim integrá-las completamente ao Football Manager. Ou seja, quando a novidade enfim chegar ao simulador, os técnicos/managers poderão mudar livremente entre equipes masculinas e femininas ao longo de suas carreiras.

Contudo, essa tentativa de entregar a melhor experiência possível tem feito com que todo o processo seja bastante complicado e por isso ainda não temos uma previsão para quando as atletas finalmente estarão disponíveis no jogo. Para termos uma ideia, só na parte de texto será necessário a mudança de três milhões de palavras em 19 idiomas para que as jogadoras não sejam tratadas como homens.

Além disso, a Sports Interactive precisará implementar diversas alterações nas regras e na estrutura de salários e preços das atletas, sem falar na captura de movimentos. De acordo com o diretor, apesar de eles terem milhares de animações para os jogadores masculinos, elas não funcionam bem com as mulheres por causa da estrutura física de seus corpos. O estúdio até fez testes com o que tinha, mas o resultado foi que elas “meio que se moviam como cowboys.

É por isso que no momento eles estão realizando este processo de captura de movimentos, o que deverá se estender por vários meses e depois os artistas da desenvolvedora ainda terão que levar tudo para à engine que mostra as partidas em tempo real. Até mesmo os uniformes precisarão ser adaptados, uma quantidade tão grande de trabalho que fez com que eles contratassem novos profissionais para esta área.

Captura de movimentos para o Football Manager (Crédito: Divulgação/Sports Interactive)

Porém, sabemos que para muitas pessoas esta é uma adição que não fará a menor diferença, com as equipes femininas sendo tão ignoradas quanto são no FIFA ou mesmo na vida real. Sendo assim, por que uma empresa investiria tanto tempo, mão de obra e dinheiro em algo que talvez nunca se pague? Pois na opinião de Jacobson, eles estão apenas fazendo aquilo que consideram certo, dando sua contribuição para ajudar as mulheres a serem mais valorizadas no esporte.

Sabemos que adicionar o futebol feminino ao Football Manager custará milhões e que o retorno a curto prazo que isso proporcionará será mínimo, mas este não é o ponto. Não há como esconder que atualmente existe um teto de vidro para o futebol feminino e queremos fazer o que pudermos para ajudar a quebrá-lo. Acreditamos na igualdade e queremos fazer parte desta solução. Queremos ser parte do processo que coloca o futebol feminino em pé de igualdade com o jogo dos homens.

[…] pretendemos fazer tudo o que pudermos para levar o futebol feminino a onde ele merece estar. Nós sabemos que a nossa voz é muito poderosa e queremos usá-la para o bem. A longo prazo, conforme o jogo das mulheres crescer em popularidade, a recompensa financeira poderá vir, mas no momento estamos embarcando nesta jornada porque é a coisa certa a se fazer.”

FIFA 22 e os comentários de Alex Scott

Enquanto o Footbal Manager dá seus primeiros passos em direção a mais representatividade para as mulheres, a EA Sports anunciou uma novidade muito interessante para a próxima edição do seu principal jogo. A partir da edição 2022 o jogo de futebol contará com os comentários de uma mulher durante as partidas, no caso a ex-jogadora da seleção da Inglaterra e do Arsenal, e atualmente apresentadora de TV, Alex Scott.

Acompanhada por Derek Rae e Stewart Robson na versão em inglês da dublagem do jogo, Scott participará informando resultados de outras partidas que estiverem sendo realizadas ao mesmo tempo em que as nossas durante as ligas. Pode não parecer muita coisa, mas a sua atuação pode ser a abertura de uma porta para que participações femininas se tornem maiores no futuro e ela falou justamente sobre isso em sua conta no Twitter, onde afirmou que “este é um grande momento para o FIFA, para o futebol e para as mulheres e garotas ao redor do mundo” e que “é apenas o início para uma representação mais forte do futebol feminino por parte da EA Sports e da comunidade do futebol como um todo.

Contudo, é importante salientar que a participação de Scott não é algo inédito, já que na sua versão espanhola o FIFA 21 trouxe comentários feitos pela repórter Nira Juanra. Sendo assim, parece ser apenas uma questão de tempo até que os responsáveis pela série resolvam dar a primeira oportunidade para que uma mulher narre os jogos, nem que isso aconteça apenas nas partidas de futebol feminino.

Leia mais sobre: , , , .

relacionados


Comentários