Meio Bit » Games » Hironobu Sakaguchi e a sua imediata paixão pelo FFXIV

Hironobu Sakaguchi e a sua imediata paixão pelo FFXIV

Após finalmente decidir dar uma chance ao FFXIV, "Pai do Final Fantasy" se rendeu à sua qualidade e terminou o jogo (e suas expansões) em apenas um mês

03/11/2021 às 8:55

A popularização da internet foi um momento muito importante para os videogames, permitindo que jogadores de todo o mundo pudessem se reunir virtualmente para aproveitar seus jogos preferidos. Muitos gêneros souberam aproveitar isso, mas entre eles, considero que os mais beneficiados foram os RPGs, com milhares de pessoas fazendo parte de um mesmo mundo e recentemente quem se viu preso no fascinante universo de um MMO, mais precisamente no do Final Fantasy XIV (FFXIV), foi Hironobu Sakaguchi.

FFXIV

Crédito: Divulgação/Square Enix

Conhecido como o “pai do Final Fantasy”, no final de setembro Sakaguchi decidiu dar uma chance ao popular jogo e aquilo que na maioria das vezes seria o começo de uma demorada caminhada, durou apenas pouco mais de um mês.

A “façanha” chamou a atenção de muitos, pois se considerarmos o jogo e suas três expansões, seria preciso gastar bem mais do que uma centena de horas, com mais de 700 missões estando disponíveis entre o A Realm Reborn e o Shadowbringers. Ou seja, para conhecer a história oferecida pelo MMO em 35 dias, a pessoa teria que dedicar, em média, três horas e meia diariamente.

Registrando seu progresso pelo FFXIV em sua conta no Twitter, concluir o jogo base em 16 dias já seria algo digno de chamar a atenção, mas aquilo que fez com que muitas pessoas quisessem acompanhar a aventura do japonês de 58 anos seriam as suas reações.

Isso se deve ao fato de que entre as muitas qualidades do FFXIV, uma que sempre conquistou os fãs são as referências que o jogo faz ao passado da franquia e obviamente todos estavam curiosos para ver como alguém como Sakaguchi reagiria a elas. Pois a viagem feita por ele rendeu muitas comparações bacanas, como esta que mostra o Orthros, um dos chefes do primeiro jogo.

Lançado há oito anos, é curioso pensar que o interesse de Hironobu Sakaguchi pelo FFXIV só tenha despertado agora, mas tudo começou pouco antes da última Tokyo Game Show. Como participaria de uma conversa com o diretor e produtor Naoki Yoshida sobre a qualidade dos RPGs atuais, ele se sentiu motivado a testar o MMO e ao que tudo indica, esta pode ter sido uma viagem sem volta.

Impressionado com a maneira como o título lida com o equilíbrio entre o bem e o mal, agora Sakaguchi planeja voltar a trocar ideias com Yoshida, mas desta vez para entender melhor a narrativa presente no universo do FFXIV. Isso obviamente despertou a imaginação dos fãs, que já torcem para que o lendário game designer participe de alguma forma do desenvolvimento do jogo online. No entanto, pode ser que este sonho nunca seja realizado, já que ultimamente ele tem falado em encerrar sua carreira.

De qualquer forma, Sakaguchi pretende continuar aventurando-se pela sua nova paixão, agora aproveitando as muitas missões paralelas que o jogo possui e se preparando para a expansão Endwalker, cujo lançamento deverá acontecer no dia 23 de novembro.

Crédito: Divulgação/Square Enix

Já eu, continuarei por aqui admirando todos aqueles que possuem coragem e tempo para se dedicar a um MMO. O mais longe que fui neste meio foi passando algumas poucas horas no Guild Wars 2, jogo que achei muito legal e que sempre pretendo voltar a jogar, mas que acabo deixando de lado ao preferir investir em outros títulos.

No caso do FFXIV, até por gostar muito da série ele teria tudo para ser o meu RPG online favorito, mas sei que provavelmente nunca conseguiria me dedicar a ele da maneira que um jogo assim merece/exige. Além disso, me incomoda a ideia de ter que pagar uma mensalidade para jogar e mesmo sabendo que a criação da Square Enix tem muito a oferecer sem precisamos colocar a mão no bolso, a partir de um determinado momento isso terá que acontecer e não sei se estou disposto a tanto. Um dia, quem sabe?

Fonte: For The Win

relacionados


Comentários