Meio Bit » Hardware » Para Dell, módulo CAMM de memória RAM será o novo padrão

Para Dell, módulo CAMM de memória RAM será o novo padrão

Dell explica que módulo CAMM não é proprietário; empresa submeterá padrão de RAM à JEDEC, como uma melhor opção para DDR6 do que o SO-DIMM

28/04/2022 às 13:54

Quando informes de que a Dell introduziria um novo formato de padrão proprietário em seus futuros laptops, desta vez de memória RAM, muita gente criticou a atitude da companhia, acusando-a de implementar uma estratégia para reter seus consumidores a componentes vendidos apenas por ela em seus futuros produtos.

Pois, bem: com o anúncio oficial do módulo de memória CAMM, a Dell revelou estarmos todos errados. Em verdade, a companhia tem planos ainda mais ambiciosos para seu módulo, no que ela deseja que seja adotado como o futuro padrão da indústria para o DDR6, substituindo os pentes SO-DIMM tradicionais.

Módulo CAMM de memória RAM de 16 GB; Dell apresentou modelos de até 128 GB (Crédito: Wccftech)

Módulo CAMM de memória RAM de 16 GB; Dell apresentou modelos de até 128 GB (Crédito: Wccftech)

O CAMM, de Compression Attached Memory Module, ou Módulo Anexado de Memória Comprimida, é um módulo de memória RAM que usa um formato distinto dos atuais pentes DIMM e SO-DIMM, usados respectivamente em desktops e laptops. Ao invés de contar com um conector similar ao de cartuchos de videogame, e oferecer uma instalação simples, o módulo da Dell se assemelha mais a uma plaquinha, que deve ser parafusada na placa-mãe para fixação, similar a um SSD M.2.

Segundo a Dell, seu design está melhor preparado para o futuro do que o SO-DIMM, usado pela indústria de computadores há mais de duas décadas, e se agarra a três fatores principais. O primeiro deles é seu form factor mais compacto, permitindo acomodar mais memória em um mesmo módulo, enquanto ocupa menos espaço.

Isso ofereceria duas vantagens, permitir que laptops pudessem usar mais memória com menos componentes, e em última análise, viabilizar designs de notebooks atualizáveis mais finos do que os atuais.

Comparação de 4 módulos SO-DIMM de 32 GB com um único CAMM de 128 GB; Dell defende que sua solução é mais rápida e ocupa menos espaço (Crédito: Reprodução/Dell)

Comparação de 4 módulos SO-DIMM de 32 GB com um único CAMM de 128 GB; Dell defende que sua solução é mais rápida e ocupa menos espaço (Crédito: Reprodução/Dell)

O segundo fator, segundo a Dell, está numa maior facilidade para executar reparos, o que é questionável. Hoje trocar um pente de RAM é extremamente simples, e por mais que a substituição de um módulo CAMM também não seja complicada, visto que seus laptops compatíveis com a tecnologia oferecerão acesso direto à memória, estamos falando de um processo de espetar e encaixar x fixar uma placa com parafusos.

De cara uma chave Philips se fará necessária, sendo que ela é desnecessária para a instalação de pentes SO-DIMM; o padrão de conexão usado pela Dell no módulo CAMM é o DGFF (Dell Graphics Form Factor), o mesmo conector já implementado em seus módulos de GPU proprietários.

A terceira vantagem, que a Dell considera a mais importante, é a velocidade das memórias. A Dell JURA que o DGFF consegue lidar com velocidades de transferência de até 20 GHz, ou 20.000 MHz, mais de 4x mais do que um pente DDR5 tradicional de 4.800 MHz, um dos mais comuns, embora as especificações do padrão suportem até 9.600 MHz. O padrão não possui pinos para encaixe, mas os módulos oferecem guias para a colocação correta, mais ou menos como um processador.

Esquema de instalação de módulo CAMM (Crédito: Reprodução/Dell)

Esquema de instalação de módulo CAMM (Crédito: Reprodução/Dell)

A Dell argumenta que o CAMM pode acondicionar abundantes de memória em um único módulo, e oferecer velocidades bastante altas graças ao DGFF. A companhia apresentou diversos modelos, indo de 16 GB a até 128 GB, no que os circuitos integrados podem ser instalados como em um SO-DIMM, de um só lado ou dos dois.

A Dell afirma também que o DGFF pode atuar como um dissipador de calor, mas não entrou em detalhes quanto a isso.

Dell quer CAMM como padrão para DDR6

O grande ponto que a Dell tratou de esclarecer, levantado quando os primeiros informes do Precision 7670 começaram a circular, foi a respeito do formato proprietário, que a empresa afirma não se aplicar. Segundo um porta-voz, o módulo CAMM será apresentado à JEDEC, a associação que gere os padrões para as tecnologias de memórias em estado sólido, cujos membros incluem companhias como Intel, AMD, Nvidia, TSMC, ARM, Apple, Google, Microsoft, Foxconn, NEC, LG, Sony, Samsung, Texas Instruments, Micron, Meta (!) e outras, além da própria Dell.

A real intenção aqui é estabelecer o CAMM como o formato padrão de conexão para RAM a ser adotado por toda a indústria no futuro, no que a Dell afirma que o SO-DIMM, e consequentemente o DIMM por tabela, está obsoleto e não conseguirá entregar a performance desejada, ou planejada, para a próxima geração de memórias de desktops e laptops.

Para conseguir firmar o CAMM como um formato potencial a substituir o DIMM/SO-DIMM, a Dell será obrigada a seguir o formato de licenciamento RAND (Reasonable and Non-Discriminatory, ou Razoável e Não-Discriminatório), uma série de medidas que permitam a adoção de seu design por outras fabricantes. Entre eles, o compromisso de colaborar ativamente e em comum acordo com a evolução constante da tecnologia, em sintonia com os demais membros da JEDEC e fabricantes, em troca de uma comissão justa, porém gerenciável e não-abusiva, de royalties.

Há alguns pontos a considerar aqui. Como o padrão DDR5 já foi estabelecido, é possível que o CAMM não será adotado como uma opção séria ao SO-DIMM por fabricantes, tanto é que a Dell oferece um adaptador para usar os pentes tradicionais em seus notebooks futuros, mas, em simultâneo, avisa que a solução é menos que o ideal.

Por outro lado, e considerando que conector muda a cada nova geração de memórias RAM, trocar o DIMM e o SO-DIMM pelo CAMM na transição do DDR5 para o DDR6, caso a JEDEC concorde em adotar o módulo como o padrão futuro em computadores pessoais com memórias atualizáveis, não será uma mudança tão traumática assim.

A Dell vai oferecer um adaptador CAMM/SO-DIMM, mas empresa defende seu padrão como o melhor preparado para o futuro DDR6 (Crédito: Wccftech)

A Dell vai oferecer um adaptador CAMM/SO-DIMM, mas empresa defende seu padrão como o melhor preparado para o futuro DDR6 (Crédito: Wccftech)

Porém, tal cenário só funcionará se todo mundo adotar o CAMM de uma vez, e houverem inúmeras opções de fabricantes para o consumidor optar de quem comprar os módulos, e com concorrência, vêm preços competitivos. No momento, claro, só a Dell os fornece e inclusive recomenda os seus clientes a, pelo menos por enquanto, não procurarem outros revendedores, por riscos quanto à qualidade dos componentes.

Claro que tal afirmação se foca na revenda de peças usadas, que se tornarão mais comuns com o passar do tempo. Daqui a alguns anos, o cenário pode ser bem diferente, mas tudo depende de a Dell conseguir convencer todo mundo de que sua solução é melhor que o DIMM/SO-DIMM, e que o padrão atual não é ideal para o DDR6.

Isso, veremos com o tempo.

Fonte: PCWorld

Leia mais sobre: , .

relacionados


Comentários