Meio Bit » Games » MultiVersus — um "Smash-like" feito com carinho [Preview]

MultiVersus — um "Smash-like" feito com carinho [Preview]

Mesmo em Preview, MultiVersus já mostra ser um game de "bagunça" com personalidade, ao jogar personagens da Warner uns contra os outros

25/05/2022 às 11:51

Fato: MultiVersus é mais um game de luta competitivo que bebe sem pudor da fonte da Nintendo, que criou o gênero "bagunça generalizada" com a franquia Super Smash Bros., ao reunir personagens de suas várias franquias, e vários penetras, em confrontos onde quase tudo é permitido.

De lá para cá Smash Bros. gerou vários filhotes. Alguns foram bem sucedidos, como Brawlhalla, outros abandonados, como PlayStation All-Stars Battle Royale, e outros ainda foram lançados a toque de caixa e sem nenhum cuidado, como Nickelodeon All-Star Brawl, onde incialmente todos os personagens eram mudos.

MultiVersus (Crédito: Reprodução/Player First Games/Warner Bros. Interactive)

MultiVersus (Crédito: Reprodução/Player First Games/Warner Bros. Interactive)

MultiVersus, que reúne figuras da DC, Looney Tunes, Hanna-Barbera, Cartoon Network, HBO e outras produções do imenso catálogo da Warner, não sofre desse mal. Mesmo no Preview disponível na fase de Alfa fechado (Closed Alpha), restrita para testes via convite para um grupo seleto de jogadores, o game não só demonstrou possuir uma mecânica excelente, como trata com muito carinho cada um dos lutadores, que permanecem fiéis às suas origens.

"Isso quer dizer... guerra!"

MultiVersus foi revelado ao público em novembro de 2021, como um jogo de luta competitivo seguindo os moldes de Super Smash Bros. e cia, mas assim como Brawlhalla, é um free-to-play (F2P) com suporte a compras in-app, e com cross-play e cross-save no PS5, PS4, Xbox Series X|S, Xbox One e Windows. Curiosamente, nada foi dito sobre uma versão para Nintendo Switch.

A desenvolvedora responsável é a Player First Games, que tem em MultiVersus seu título de estreia. O estúdio é formado por profissionais calejados do mercado de games, com passagens por Riot, Disney, Santa Monica Studio, etc., que se reuniram para criar games "com foco no jogador em primeiro lugar", de modo a trazer experiências divertidas e feitas com devida atenção aos detalhes.

Embora o game não tenha uma data de lançamento final definida, o estúdio e a Warner marcaram o Open Beta oficial para julho de 2022, onde todo mundo vai poder jogar. O período Alfa, entre os dias 19 e 27 de maio foi restrito via inscrição, onde cada selecionado pôde convidar mais 3 pessoas para os testes, via códigos adicionais.

MultiVersus (Crédito: Divulgação/Player First Games/Warner Bros. Interactive)

MultiVersus (Crédito: Divulgação/Player First Games/Warner Bros. Interactive)

Inicialmente o game conta com 15 personagens selecionais, vindo de diferentes franquias da Warner: Superman, Batman, Mulher-Maravilha e Arlequina (DC; a Maravilhosa é desbloqueada ao concluir o tutorial básico), Salsicha e Velma (Scooby-Doo), Finn e Jake (Hora de Aventura), Steven Universo e Garnet (Steven Universo), Pernalonga e Taz (Looney Tunes), Arya Stark (Game of Thrones), Tom & Jerry (que contam como um personagem só) e o original Reindog, traduzido no português para Cachorrena.

O único personagem revelado anteriormente não incluído é o Gigante de Ferro, do excelente filme homônimo de 1999; do elenco presente, Superman, Batman, Arya, Steven e Garnet vêm bloqueados, mas podem ser liberados com moedas ganhas no jogo.

O elenco, claro, vai aumentar: graças a vazamentos anteriores e a fuçadores/data miners, foram encontradas referências a muitos outros personagens da Warner, como Harry Potter e Ron Weasley, Legolas e Gandalf (O Senhor dos Aneis), Fred Flintstone, Johnny Bravo, Núbia e Ravena (DC), Rick, Morty e Cromulon (Rick & Morty), Scorpion e Sub-Zero (Mortal Kombat) e até personagens de filmes, como Max Rockatansky (Mad Max; a MGM vendeu a franquia para a Warner em 2021) e Neo (Matrix).

MultiVersus (Crédito: Reprodução/Player First Games/Warner Bros. Interactive)

MultiVersus (Crédito: Reprodução/Player First Games/Warner Bros. Interactive)

Os lutadores são divididos em 4 categorias, sendo os Pugilistas (Garnet, Salsicha, Batman, Taz e Jake), que resolvem tudo na porrada, os Tanques (Superman e Mulher-Maravilha), poderosos, mas lentos, os Assassinos (Arya, Arlequina e Finn), que usam armas para lutar, os Magos (Pernalonga e Tom & Jerry), que usam poderes, e os Apoios (Steven, Velma e Cachorrena), que oferecem suporte e causam status durante a luta.

Atenção aos detalhes

Jogando MultiVersus, não dá para ignorar que ele se parece muito com Super Smash Bros. e cia, e usa também de elementos comuns aos grandes títulos F2P do momento, como Fortnite e etc. Por ser gratuito, seu modelo de monetização é o não tão óbvio Passe de Batalha, que oferece recompensas diversas, como avatares, skins, emotes animados, provocações e animações de eliminação e etc, quanto mais você jogar.

Durante o Alfa fechado, ambas modalidades gratuita e Premium (paga) do Passe de Batalha estavam liberadas, mas infelizmente (é um tanto óbvio, na verdade), o progresso não será migrado para o Open Beta em julho; a futura build será a base para a versão final, e essa sim, vai manter tudo o que você fizer no game.

MultiVersus (Crédito: Reprodução/Player First Games/Warner Bros. Interactive)

MultiVersus (Crédito: Reprodução/Player First Games/Warner Bros. Interactive)

A mecânica de jogo é simples, e segue o visto em Super Smash Bros. Cada lutador possui um medidor de dano acumulado, que sobe quanto mais ele apanha, o que se reflete na distância que ele será arremessado ao ser atingido por ataques especiais. Quanto maior o número, mais longe ele voará, até ser atirado para fora da tela, resultando em uma eliminação. O time/jogador que conseguir eliminar seus oponentes 4 vezes primeiro, ganha a luta.

É possível jogar partidas de 1 contra 1, organizar um confronto entre você e um amigo contra bots, ideal para quem prefere jogar no modo PvE (e que conta para o progresso no Passe de Batalha, ainda que renda menos pontos), ou participar de um modo Todos Contra Todos entre 4 jogadores, mas MultiVersus deixa claro que seu foco está nas partidas de times, de 2 contra 2.

O matchmaking é orgânico e apenas funciona, você poderá jogar em qualquer plataforma e enfrentar adversários em outros sistemas, e o netcode (aparentemente de rollback, como o de código aberto GGPO; a Player First Games não comentou a respeito até o momento) não apresentou nenhum tipo de bug.

MultiVersus (Crédito: Reprodução/Player First Games/Warner Bros. Interactive)

MultiVersus (Crédito: Reprodução/Player First Games/Warner Bros. Interactive)

Além do nível de Passe de Batalha, cada personagem possui níveis individuais para evoluir, que permitem desbloquear diversos itens, entre os mais importantes os perks, vantagens que podem ser equipadas para melhorar o dano, aumentar a defesa e causar efeitos, que melhoram as ténicas de seu personagem favorito.

Mas vamos falar da parte mais legal de MultiVersus, o cuidado e carinho dispensado ao elenco. Todos os personagens são dublados, e no áudio em inglês vários dubladores clássicos foram escalados, como Kevin Conroy (Batman), Tara Strong (Arlequina) e John DiMaggio (Jake), bem como a atriz Maisie Williams, que volta a emprestar sua voz a Arya Stark. Haverão dublagens localizadas, e sim, o elenco brasileiro de vozes também se fará presente.

No gameplay, há várias minúcias que os devs da Player First Games implementaram. Os sons de eliminação de Tom & Jerry, por exemplo, vêm dos gritos de dor do Tom nos desenhos originais; já Velma, o "cérebro" da Mistério S/A, possui uma mecânica de jogo concentrada em "coletar pistas" do cenário e adversários, e quando ela "resolve o mistério", você pode invocar uma viatura da polícia para "prender" um lutador do outro time, que fica exposto a uma eliminação fácil.

Isso e outras coisas.

Tecnicamente, MultiVersus possui gráficos ótimos para a proposta de jogos de luta cartunescos, e o som e músicas, algumas clássicas, foram bem executadas. Claro que nem tudo é perfeito, e o jogo apresentou diversos bugs de estabilidade e nas legendas, algumas com erros grosseiros, e outras que ainda não foram traduzidas.

"Cruzes!" (no bom sentido)

MultiVersus pode ainda estar longe de uma data final de lançamento, mas o pouco visto até aqui o coloca como um sério adversário à franquia Super Smash Bros., ao ponto de muitos já apostarem no seu sucesso.

Isso inclui a Sony, que confirmou a presença do título na EVO 2022, até porque a Nintendo não quer mais se misturar à gentalha concorrência, e vai promover torneios próprios, como o Nintendo Versus.

MultiVersus (Crédito: Divulgação/Player First Games/Warner Bros. Interactive)

MultiVersus (Crédito: Divulgação/Player First Games/Warner Bros. Interactive)

Nós entendemos que MultiVersus, como o nome sugere, pega carona na onda dos multiversos e do Metaverso, e todo mundo quer uma casquinha da moda dos crossovers, afinal a Warner também gosta de grana. Não há nada de errado nisso, a não ser quando você é uma Nickelodeon da vida e faz as coisas pela metade.

A diferença é que a Player First Games está comprometida a entregar um jogo com personalidade, divertido e acessível, em busca de agradar todo mundo: os jogadores mais novos, fãs de Steven Universo e Hora de Aventura, a turma pro player competitiva, e os velhacos que cresceram assistindo Scooby-Doo e Superamigos nas manhãs de sábado.

Até o momento, MultiVersus está fazendo o dever de casa direitinho. Vamos acompanhar.

relacionados


Comentários