Meio Bit » Software » MonoDevelop: desenvolva com .NET no Windows, Linux ou Mac OS X

MonoDevelop: desenvolva com .NET no Windows, Linux ou Mac OS X

Conheça o MonoDevelop, solução open source multiplataforma para programar com .NET.

11 anos atrás

Continuando a série de artigos sobre o projeto Mono, iniciada aqui, hoje veremos o MonoDevelop, que é a ferramenta para desenvolvimento de aplicações utilizando o Mono.

Quando estamos desenvolvendo aplicações para .NET no Windows, utilizamos o Visual Studio .NET, atualmente na versão 2010. Existem ainda ferramentas sem custo, como as versões Express do Visual Studio ou o SharpDevelop.

Para o Linux ou mesmo o Mac OS, utilizamos o MonoDevelop, que também possui uma versão para Windows. O Mono Develop foi criado e é mantido pelo pessoal do projeto Mono, e quem quiser contribuir com o projeto pode ver mais aqui.

O Mono Develop está na versão 2.4, e para fazer download e instalar no Windows os pré-requisitos são:

Com o .NET 3.5 e GTK# instalados, podemos fazer download do MonoDevelop 2.4. O arquivo de instalação é pequeno, apenas 20 MB, e a instalação é rápida, e não tem segredo algum, basicamente o famoso NNF (Next, Next, Finish).

A tela inicial do MonoDevelop lembra muito a do Visual Studio e de outros programas, como Eclipse e SharpDevelop. O MonoDevelop é carregado rapidamente, sempre me perguntam sobre o desempenho de aplicações feitas em .NET, para quem já viu o SharpDevelop, Paint.NET e agora o MonoDevelop, sabe que desempenho não é motivo de preocupação 😉

O MonoDevelop utiliza o mesmo conceito do Visual Studio, onde conseguimos agrupar projetos por uma solução, então uma solução pode conter um ou vários projetos.

Na tela de criação de uma nova solução ou projeto, podemos escolher entre as linguagens VB.NET ou C#, e vários tipos de aplicações como ASP.NET, Moonlight (implementação do Silverlight para Mono), Console Application, projeto de testes com NUnit, entre outros. Um detalhe interessante é que já conseguimos utilizar ASP.NET MVC no MonoDevelop, mas o MVC 1.0, e não o 2.0, lançado recentemente.

No geral, desenvolver no MonoDevelop é simples. O Intellisense é esperto e ajuda muito, quem está acostumado com o Visual Studio vai se sentir em casa. Erros são mostrados em tempo de programação, não é necessário compilar o projeto para ver erros de sintaxe.

Infelizmente um item que deixa a desejar são as opções de refatoração, mas temos controle de versão, análise de código, e como falei anteriormente conseguimos fazer testes unitários, o artigo não é sobre testes, mas para quem não está acostumado a escrever testes unitários, coloque na lista de estudos e recomendações.

Para quem vai desenvolver aplicações em .NET no Windows, o MonoDevelop é uma alternativa, mas comparado as versões Express do Visual Studio ainda tem muito que crescer. Para quem utiliza Mac OS ou Linux e está interessando em .NET, porém, é parada obrigatória.

Ainda vou abordar vários assuntos em relação ao Mono, no próximo artigo mostrarei como criar uma aplicação no Windows como Visual Studio .NET, e rodar a mesma no Linux.

Abraços!

Leia mais sobre: , .

relacionados


Comentários