Meio Bit » Telecom » Dica MacGyver: consertando conector RJ45 com lingueta quebrada

Dica MacGyver: consertando conector RJ45 com lingueta quebrada

11 anos atrás

Crimpar cabos é um saco. Se conector BNC já chateava, os RJ45 são infernais, pois em teoria há um padrão mas na prática já vi dezenas de variações na posição dos terminais, cada TÉNICO tem seu modelo perfeito e em geral você acaba tendo que andar até o outro lado do prédio pra conferir a ordem que o carcamano usou. Aí você volta e descobre que seu cunhado, aquele parasita pegou sem avisar seu alicate de crimpar e não devolveu.

Que tal evitar crimpar cabos? Um dos maiores problemas que levam a troca de conectores é a quebra da estrutura mais frágil conhecida pela Humanidade, o EMO da tecnologia, a lingueta do conector de rede. Essa desgraça ADORA quebrar, a gente acha que "tá tudo bem", mas pela Crueldade Natural do Universo lenta e inexoravelmente o conector vai se afastando, dentro do soquete até atingir a distância de meio Neutrinho anoréxico, suficiente para as flutuações quânticas gerarem o estado chamado "funciona quando quer". Essa condição subatômica emite grande quantidade de Bósons de Higgins, afetando o cérebro dos técnicos próximos. Ficam condicionados a colocar "conector com mau-contato" no final da lista de causas prováveis do problema.

Seus problemas acabaram! O excelente site Instructables se saiu com uma gambiarra Macgyveriana NÍVEL 10 para resolver o problema de conector frouxo (não falei que eram emos?) sem cortar e trocar por um novo o (o que seria uma boa solução pra emos, diga-se de passagem). A idéia é genialmente simples: Usam um organizador de cabos, tamanho pequeno. Aqui neste link você tem a sequência completa, mas qualquer profissional de IT (Internet Things, segundo a Jen) inteligente vai ter um momento Eureka só de olhar pra foto:

GE-NE-AU!

Leia mais sobre: , , .

relacionados


Comentários