Meio Bit » Indústria » SharpDevelop 4: Ótima IDE gratuita para desenvolvedores .NET

SharpDevelop 4: Ótima IDE gratuita para desenvolvedores .NET

Apresentação da nova versão do SharpDevelop, ótima IDE de desenvolvimento OpenSource para plataforma .NET.

11 anos atrás

Desde o início da plataforma .NET, muitos desenvolvedores falam que um dos problemas de migrar para ela é o custo das ferramentas de desenvolvimento. Muitos consideram o Visual Studio .NET a melhor IDE de desenvolvimento no mercado, mas todo esse poder do Visual Studio tem um custo, dependendo da versão um custo alto. Para quem não quer investir no Visual Studio, existe o ótimo SharpDevelop, que chega agora à sua quarta versão!

Vale lembrar que o SharpDevelop não é a única solução gratuita para desenvolvimento .NET, o próprio Visual Studio possui uma gratuita, chamada Express. Assunto para o próximo post.

O SharpDevelop 4 impressiona pelo desempenho. É muito rápido e leve! O que é interessante e derruba alguns mitos de que .NET não possui um bom desempenho. Para quem gosta de estudar, os códigos-fonte do projeto são incríveis, recomendo!

Agora vamos a lista das principais novidades do SharpDevelop 4.

  • Feito em WPF
  • Entity Framework Designer
  • Suporte a C# 4
  • Suporte a VB.NET
  • Testes de unidade com IronPython
  • Testes de unidade com IronRuby
  • Addin para GIT

Outro detalhe legal do SharpDevelop é que podemos programar com Boo, que é uma linguagem criada pelo brasileiro Rodrigo Bamboo. Além das linguagens já citadas (C#, VB.NET, Python, Ruby e Boo), podemos trabalhar com C++ e F#. Um detalhe que senti falta na criação dos projeto Web é suporte ao ASP.NET MVC...

Também temos a opção de criar projetos de Setup, não dependendo de outros aplicativos para a criação de instaladores dos nossos aplicativos.

O editor de código agora também é feito em WPF, possui um ótimo IntelliSense, nada de ficar esperando aparecer a janela, é instantâneo, e possui um esquema de cores bem feito. Um ponto negativo aqui são as opções de refatoração, não pela eficiência, mas pela quantidade. Temos somente as opções Rename, Extract Method e remoção das declarações de using não utilizadas.

Para quem faz testes unitários, não ficará desapontado com o SharpDevelop. Ele já está integrado com o NUnit, ótimo framework de testes, além de verificar se os testes estão corretos ou não, também podemos ver a cobertura de código, sabendo quanto do nosso código foi testado.

Outra ferramenta que merece destaque é a de Profiler, com a qual podemos analisar todo o funcionamento do nosso aplicativo, com um relatório detalhado do que acontece durante a execução, assim fica fácil achar o que está atrapalhando, ou não está otimizado como deveria na aplicação.

Para quem gosta, é possível utilizar o SharpDevelop 4 em português do Brasil. Eu, fico no inglês mesmo 😉

Apesar da falta de alguns recursos, o SharpDevelop 4 mostra que é uma ótima IDE. Em todos os testes que fiz, o programa não travou, não perdeu desempenho, e agradou cada vez mais. Agora é torcer para que saia suporte ao ASP.NET MVC e, principalmente, que as opções de refatoração aumentem.

Um último detalhe: quem se interessar pelo código-fonte do projeto ou quiser saber mais da arquitetura do SharpDevelop, os criadores do mesmo lançaram um ótimo livro, onde mostram em detalhes como o projeto funciona.

Abraços e até o próximo artigo!

Leia mais sobre: , , , .

relacionados


Comentários