Meio Bit » Internet » Computador, a Máquina de Fazer Burro

Computador, a Máquina de Fazer Burro

9 anos e meio atrás

Existem duas formas de fazer o QI de uma pessoa cair 50 pontos. Uma lobotomia, que dá trabalho e suja o chão, ou colocar um computador na frente dela. Gente competente em várias áreas, se não tem familiaridade com computadores, age como o proverbial retardado de sorvete na testa, diante do mais simples, explicativo e direto aviso de sistema.

Quando trabalhava em um provedor meu passatempo era na hora do almoço ir pra sala do suporte acompanhar as ligações. Muita coisa se eu não tivesse presenciado não acreditaria, como a mulher que ligou duas vezes em dois dias. Na primeira o suporte configurou o Windows dela todinho. Na segunda, tudo desconfigurado. Ela havia removido os drivers TCP/IP. Justificativa? “Meu sobrinho faz informática na UNICAMP e disse que internet não tem nada a ver com TCP/IP”.

Já tive que atender amigos/parentes com problema: 

“deu um erro aqui, o que eu faço?”

“O que diz a diz a mensagem?”

“Arquivo não está salvo, para salvar clique OK”

“Olha, ele está dizendo que o arquivo não está salvo, se você quiser salvar, clica no OK”

“Ah, entendi, obrigado!”

Existem outros membros dessa fauna. Há o leigo apavorado que dá cancel sem ler em todo prompt que aparece, há o que congela diante de um aviso, há o que não entende o conceito de shutdown, desligando o computador na tomada, há o João, meu garçom de estimação que tem um notebook com modem 3G e não tinha conceito de email. Criou uma conta no Orkut mas não entrava. Fui ver o que era, ele havia INVENTADO um endereço na hora.

Em um de meus livros eu ensino a configurar conta de email no Netscape. Há uma nota ENORME explicando que [email protected]” era somente exemplo, que o sujeito deveria mudar para o email dele, passado pelo provedor.

Recebi incontáveis emails de gente “falando” comigo, mas não pude responder, as mulas colocavam o FROM: como… [email protected]. Um chegou a escrever pra editora dando queixa da minha falta de boa vontade em respondê-lo.

Há gente incapaz de entender o conceito de barra de endereços, clicam no botão home “da Internet” e de lá colocam “Google” na caixa de pesquisa. EU VI ISSO ACONTECER. Vi gente batendo pé querendo uma cópia do NERO, pois assim o drive de CD-ROM dele passaria a ler e gravar DVDs. Vi gente perguntar se eu era programador, e diante da afirmativa responder “então programa um jogo aí”.

Por isso o vídeo acima, feito por um usuário do Reddit é tão bom. É exatamente assim que nos sentimos diante de leigos mexendo em computadores. Fossem em Hogwarts teriam a alcunha de trouxas, aqui são mulas mesmo.

Leia mais sobre: , .

relacionados


Comentários