Meio Bit » Miscelâneas » Lyght Cycles: Ah, por que não?

Lyght Cycles: Ah, por que não?

Quer uma moto igual à do filme Tron? Peça para esse rapaz que ele faz!

9 anos e meio atrás

Picture 2.jpg

Tudo bem que certamente daria uma briga danada, mas sabe aquelas coisas que dá vontade de juntar os amigos (moleques) para comprar em grupo? Então, essa é uma delas... Por quê? Bem, simplesmente porque o que você está vendo não é CGI.

Picture 1.jpgPor US$ 55.000,00, é possível pedir para que um construtor que vende na Hammacher Schlemmer faça uma Light Cycle sob encomenda só para você (ou sua gangue). Segundo o artista que as constrói, elas estão perfeitamente legalizadas para rodar na rua. Francamente, essa é apenas uma entre a melhor das notícias.

A Light Cycle daqui de fora é praticamente idêntica a que roda dentro do Tron. Desenvolvida para cruising e viagens casuais em pista lisa ou, claro, em shows e exposições, ela é feita sobre um chassis de aço recoberto e carenado com ligas de fibra de vidro, emulando o look da Lyght Cycle gerada por computador com uma precisão deliciosa.

Picture 4.jpgFaixas eletro-luminescentes são dispostas pelo corpo da bike e os aros das rodas, que se iluminam assim que o brinquedinho liga para rodar.

O coração da pequena gazela dos geeks bate ao comando de quatro tempos de um motor Suzuki de 996cc que não deixa dúvidas de até onde você pode ir; mais seis marchas, no pé. Yes!

Banco de couro para amparar a sua lorpa numa pilotagem praticamente na horizontal. Um espetáculo de ergonomia (para não dizer um palavrão bastante cabível...).

O projeto singular de rodas sem relação central (cubos raiados) e aros foi feito a partir de rodas de caminhão adaptadas em um sistema sob-medida.

A tração e frenagem são propelidas por correntes — eu imaginava que seria pelo sistema de cardan — e são imperceptíveis ao olhos, mantendo-se praticamente dentro do corpo do bichinho.

Para rodar, um tanque de 3 1/2 galões para gastar e mais 1 1/4 para a reserva garantem que você só volta para casa bem depois do jantar.

Picture 3.jpg

Com suspensão ativa na frente e rígida atrás, com a relação de tração traseira saindo direto do corpo e um sistema de lubrificação por cárter. O que, para encerrar, elimina completamente a necessidade de tubos condutores e posiciona o brinquedinho exatamente no ponto médio entre os meus sonhos e os seus.

Leia mais sobre: , , .

relacionados


Comentários