Meio Bit » Internet » LulzSec derruba site da CIA e vaza mais de 60 mil senhas -- descubra se a sua está no meio

LulzSec derruba site da CIA e vaza mais de 60 mil senhas -- descubra se a sua está no meio

Após tocar o terror em servidores de games na última terça, LulzSec ataca site da CIA e vaza mais de 60 mil senhas.

9 anos atrás

Depois de causar transtornos e deixar muitos gamers sem poder jogar online na última terça-feira na operação #TitanicTakeoverTuesday, o grupo Lulz Security continuou a balbúrdia e, agora, com ataques mais elaborados -- e perigosos.

LulzSec anuncia que site da CIA caiu.

Ao ser desafiado por um usuário do Twitter, que disse ao LulzSec que eles só derrubavam "peixes pequenos", o grupo mirou suas armas para algo... maior. No caso, o site da CIA.

Embora ele tenha de fato caído, o blackout foi bem rápido; poucos minutos depois o site já tinha voltado ao ar, mas de qualquer forma fica o registro de que, depois de servidores de games, de uma firma de segurança (!) e do Senado americano (!!!), a CIA também entrou para o rol de vítimas do LulzSec.

Pouco depois, outro anúncio grandioso. O LulzSec causou certo pânico ao anunciar o vazamento de 62 mil senhas. O pânico veio do fato do grupo não ter especificado de onde seriam essas senhas. Deixaram no ar, falaram em Gmail, PayPal, Facebook, mas nada de confirmação.

O Gizmodo americano, baseado no banco de dados disponibilizado pelo grupo, criou um formulário que verifica se o seu email está no bolo.  Horas mais tarde, o The Hacker News afirmou que o banco de dados é do (estranho) site Writespace.com, uma espécie de rede social para leitores com visual bem datado.

Parafraseando aquela novela, quem será a próxima vítima?

Com informações do Gizmodo BR.

Leia mais sobre: , , , , .

relacionados


Comentários