Microsoft fecha o cerco para aplicativos com visual Metro

Thássius Veloso
Por

O Windows 8 Developer Preview está aí para quem quiser baixá-lo (de graça). Apresentado na semana passada, a versão preliminar do próximo sistema operacional mostra bastante do que podemos esperar do visual Metro, a interface específica para tablets e dispositivos com touchscreen. A distribuição dos aplicativos para Metro, porém, não será tão desregulado como estamos acostumados no Windows.

Tudo sobre: Windows 8

Menu Iniciar no Windows 8 | Clique para ver maior

As informações de que dispomos até agora revelam que a Microsoft planeja manter um controle maior dos aplicativos rodando sobre a interface Metro. Qualquer pessoa no mundo pode publicar e vender um software para Windows sem que a empresa liderada por Steve Ballmer fale qualquer “ai” acerca do assunto. Mas, se for com o novo visual, deverá ser aprovado pelos avaliadores da companhias. Agora sim a MS tem um bom motivo para colocar no ar a sua tão aguardada Windows Store.

A loja de aplicativos da Microsoft, seguido os indícios até agora, será como a App Store da Apple. Antes de um aplicativo ser liberado por lá, terá que passar por averiguação da companhia. Se oferecer alguma vulnerabilidade, fica de fora.

Acima de tudo, a Microsoft planeja cobrar para publicar apps na Windows Store. A tarifinha considerada para o serviço é de 30% sobre o preço final do aplicativo. Na ponta do lápis, o desenvolvedor embolsa 70%, enquanto a MS fica com o restante. Essa é a mesma política adotada pela Apple — esquema 70/30 do qual Steve Jobs gosta tanto de propagandear.

Os desenvolvedores ainda terão de pagar uma taxa anual para permanecerem na lista de programadores cadastrados pela MS.

De olho na segurança, que continua sendo apontada como um ponto fraco do Windows, a companhia promete escanear todos os códigos enviados em busca de vírus e malware. Se algo de suspeito for encontrado, já era. O app sequer chega às vitrines da Windows Store.

Como eu sei que tem muito desenvolvedor que lê o Tecnoblog, deixo a pergunta no ar — É justo cobrar 30% do preço final para publicar um app Metro na Windows Store?

Observação: Assim como os amigos do Gemind fazem, nós vamos adotar por aqui “app Metro”, “aplicativo Metro” ou “aplicativo com visual Metro” para falar dos apps para Windows 8 que rodam especificamente com a interface Metro UI.

Relacionados

Relacionados