Velha promessa: Firefox com motor de JavaScript mais econômico

Navegador pode ficar 30% mais eficiente no consumo de memória.

Thássius Veloso
Por

O bom e velho Firefox deve passar por mais uma reforma futuramente. Dessa vez o alvo é o motor de JavaScript, conhecido pelo simpático nome de SpiderMonkey. Os programadores do browser dizem estar se esforçando para que o SpiderMonkey deixe de ser esse monstro no consumo de memória RAM que a gente tanto conhece. Em outras palavras, o Firefox vai entrar na dieta mais uma vez.

Essa promessa não é nova. Mês após mês, representantes da Mozilla vêm a público dizer que a próxima versão do navegador vai consumir menos memória. A próxima versão chega, mas as reclamações dos usuários permanecem as mesmas. Para mudar esse jogo a decisão foi recauchutar o SpiderMonkey. Como numa oficina mecânica mesmo: desmontando o motor de JavaScript para que diversos profissionais possam trabalhar simultaneamente.

Firefox Nightly: para quem tem coragem

Vários componentes do SpiderMonkey foram fatiados para que os melhores engenheiros da Mozilla trabalhem neles. O Extreme Tech nota que o JSOBject e o JSFunction brevemente estarão menores, o que vai garantir economia no total de memória RAM que o browser utiliza para abrir uma simples página.

Ainda está nos planos da Mozilla tornar mais eficiente a execução do JavaScript. De acordo com a empresa, por volta de 70% a 80% do total de um script baixado pelo navegador não é executado efetivamente. Para que baixar esse script, portanto? A ideia deles é programar o SpiderMoney para que o script seja carregado na memória RAM aos poucos, conforme apontarem as necessidades do próprio Firefox.

Se todas as previsões mais bondosas da Mozilla se confirmarem, o Firefox poderia ficar até um terço mais leve no que diz respeito a consumo de memória RAM. Tudo porque a execução de JavaScript é um dos principais vilões que um navegador hoje em dia tem de enfrentar para ser rápido e útil ao mesmo tempo.

As modificações do SpiderMonkey acontecem aos poucos. Quem quiser saber das novidades e testar na pele as mudanças deve baixar o Firefox Nightly, canal de distribuição que conta sempre com a build mais recente do browser. Download e instalação por sua conta e risco.

O Firefox figura como segundo software do tipo mais utilizado no mundo de acordo com ranking da NetMarketShare relativo a outubro. O FF tem 21,20% do mercado, contra 49,58% do Internet Explorer (Microsoft).

Relacionados

Relacionados