Início / Notícias / Jogos /

Valve admite invasão da base de dados do Steam

Rafael Silva

Por

Notícia
Achados do TB Achados do TB

As melhores ofertas,
sem rabo preso 💰

O ano não está sendo muito bom para quem curte games. Em abril a base de dados da PSN foi invadida e acabou resultando no roubo de logins, senhas e outros dados dos seus usuários. Essa semana foi a vez da Valve, criadora e administradora da plataforma de jogos digitais Steam, sofrer um ataque similar. O ataque começou nos fóruns da empresa, mas pode ter comprometido bem mais do que apenas essa base de dados específica.

O ataque aconteceu no dia 6, mas em uma atitude um pouco Sony-style, assim que foi detectado pela Valve os fóruns foram tirados do ar supostamente “para manutenção”. Apenas ontem, depois de uma investigação e análise, a empresa admitiu que sua base de dados de jogadores. além da base de dados do fórum. podem ter sido comprometidas. E a palavra-chave aqui é mesmo “pode”: a Valve disse que não há evidências de que a base de dados foi roubada, mas não podem ter certeza de que ela não foi comprometida também.

Ainda assim, a empresa garante que todas as senhas e números de cartão de crédito estavam criptografados e armazenados com segurança, o que pode dificultar o uso deles pelos invasores. Segundo estatísticas públicas, o Steam tem picos diários de 3,8 milhões de usuários nos servidores e mais de 35 milhões ativos, então ataque de hackers é algo para o qual a Valve se prepara. Mas ainda assim uma brecha foi encontrada e usada para atacar a plataforma.

Outro alerta que a empresa deixa envolve a conhecida atitude de usar a mesma senha para vários sites. A internet é um lugar vasto então muitos usuários sucumbem à essa tentação. Mas como vimos com o caso da Sony em abril, essa não é uma atitude das mais inteligentes. Por isso a Valve diz que seria prudente que os usuários que usam a mesma senha no Steam em outros serviços as mudem de imediato. E eu adiciono que seria mais seguro mudar de atitude também.