Cuba cria rede social praticamente idêntica ao Facebook

San Picciarelli
Por

O governo cubano parece começar a pensar em novas maneiras de afunilar a informação que circula pelo país. Recentemente Sandro Mairata, que escreve sobre assuntos relacionados à América Latina para o Tumblr do canal Univision, publicou alguns screenshots do projeto chamado ‘Red Social’.

O website é visivelmente igual ao Facebook, onde até mesmo a mesma sequência de botões, layout e identidade visual pode ser facilmente reconhecida. O logotipo até meio que se embola com a antiga versão dos ícones do MySpace.

Facebookcubano1

O projeto é supostamente liderado pelo ministro de Educação, embora seja sempre difícil confirmar essas informações quando o assunto é qualquer ação do país. Colocado no ar praticamente sem nenhum ruído, a Red Social já levantou questionamentos sobre o seu verdadeiro propósito.

Na homepage o website substitui a imagem do mapa-mundi comumente utilizada pelo Facebook por aquela da ilha de Cuba, assinado pela frase “Um ponto de encontro virtual para Universidades Cubanas”.

O blogger Carlos Alberto Benítez do La Chiringa* de Cuba informou em um de seus posts que o projeto funciona como uma espécie de intranet-online, com acesso restrito à apenas conexões de internet locais, sendo impossível acessa-lo de outros países.

Muitas fontes confirmaram não poder acessar o domínio http://facebook.ismm.edu.cu em diveros países. Daqui do Brasil, aparentemente, é igualmente impossível .

Facebookcubano2

Curioso o fato do url de base incluir inicilmente a palavra “facebook” como subdomínio, fato que já aventou implicações de uso indevido de marca e possíveis problemas ligados à patentes. Por mais restrito e controlado que seja o fluxo de informação por conta do regime político do país, é difícil acreditar que uma cópia-carbono tão literal da maior rede social do mundo poderia ser tão ingenuamente elaborada sem qualquer tipo de justa retaliação.

Pessoalmente, acredito que a rápida entrada-e-saída estratégica tenha aquele típico toque Cubano, onde a polêmica parece sempre atrair a atenção necessária. Não sendo assim, onde o projeto deveria ter sido lançado longe do radar das interwebs, então alguém cometeu erros bastante amadores já nas primeiras fases da rede.

Imediatamente após a publicação de Benitez sobre o endereço acima, aparentemente preocupados com o tipo de resposta que o Facebook, os engenheiros por trás do projeto criaram um novo domínio para a rede em , igualmente inacessível, exceto senão a partir da própria ilha.

Entretanto, a provável problemática ligada à toda a parte visual e funcional da rede pode ainda persistir. Por ora o Facebook não manifestou qualquer parecer a esse respeito.

Facebookcubano3

Há um ano, Cuba já havia empreendido na construção do EcuRed, que dá sua versão – tanto em formato quanto em conteúdo – da enciclopédia online Wikipedia sobre.. tudo.

Com informações: The Huffington Post.

Nota: Chiringa* em Espanhol quer dizer “kite” em Inglês ou “pipa, quadrado, papagaio”, dependendo de que lugar do Brasil você estiver. 🙂

Relacionados

Relacionados