Início / Notícias / Aplicativos e Software /

Tudo sobre a iTunes Store brasileira

Loja virtual da Apple oferece músicas e filmes por preços em dólar.

Thássius Veloso

Por

Notícia
Achados do TB Achados do TB

As melhores ofertas,
sem rabo preso 💰

Roberto Carlos na iTunes Store brasileira | Clique para ampliar

Entretenimento digital é a nova seara na qual a Apple adentra no mercado nacional. A chegada da iTunes Store em uma versão localizada para brasileiros com conteúdo local – escrevi sobre o assunto na noite de segunda-feira (12) – foi anunciada na manhã de hoje pela companhia, que não poupa elogios à “loja número um de música do mundo”. Além do Brasil, a iTunes Store marca presença a partir de terça-feira em diversos países da América Latina.

Segundo informações fornecidas pela Apple, a iTunes Store tem músicas das principais gravadoras e dos selos independentes de maior proeminência. Das graúdas, estão confirmados na loja artistas da EMI Music, Sony Music, Warner e Universal Music. A Apple não disse especificamente, mas eu pude verificar a presença de diversos artistas da Som Livre (selo musical das Organizações Globo) na loja.

A maioria das músicas custa em média 99 centavos de dólar, como na iTunes Store americana, enquanto álbuns completos saem em média por US$ 9,99. No total, a Apple diz que a iTunes Store tem mais de 20 milhões de músicas no acervo.

O formato de música vendido pela Apple compreende arquivos digitais de alta qualidade (256 kbps) em AAC e livres de qualquer DRM. A Apple chama comercialmente o formato de iTunes Plus.

iTunes Match por US$ 24,99 anuais | Clique para ampliar

Ainda falando de música, a chegada da iTunes Store viabiliza o uso por brasileiros do iTunes Match. Por meio de uma assinatura anual, o consumidor paga US$ 24,99 para autorizar a reprodução de todas as canções que não foram adquiridas pela iTunes Store. Quando o cliente assina o serviço, o iTunes detecta quais são as canções, verifica no banco de dados da Apple e baixa aquelas existentes – com áudio em alta qualidade. As canções que não estão disponíveis na iTunes Store passam por processo de backup no qual são enviadas para os servidores da Apple, onde ficam disponíveis para download futuro unicamente para aquele usuário que enviou o arquivo.

A iTunes Store também permite alugar ou comprar filmes, inclusive em alta definição (HD). Os preços variam bastante, como você pode ver na captura de tela abaixo. O filme “Planeta dos Macacos: A Origem” (muito bom, recomendo) legendado custa US$ 3,99 para alugar e US$ 14,99 para comprar em caráter definitivo. A imagem tem formato widescreen, com som Dolby Digital 5.1 em inglês e legendas em português durante todo o tempo.

"Planeta dos Macacos: A Origem" na iTunes Store

Para oferecer conteúdo, a iTunes Store teve que se adequar às classificações etárias nacionais. A loja prevê conteúdos livres, para crianças a partir de 10 anos, jovens a partir de 12, 14 ou 16 anos, e para adultos maiores de 18 anos.

Classificação etária de filmes na iTunes Store

Os preços da iTunes Store brasileira são todos em dólares americanos. A loja virtual requer um cartão de crédito internacional (Visa ou Mastercard) para funcionar. Em entrevista ao iG o diretor sênior da iTunes Store, Oliver Schusser, disse que os preços em reais devem chegar no ano que vem, junto com a possibilidade de comprar gift cards.

Claro que a iTunes Store local permanece com os aplicativos que já existiam anteriormente na App Store, a seção de aplicativos da loja.

A nova empreitada da Apple na América Latina se inicia simultaneamente no Brasil e nos seguintes países: Argentina, Bolívia, Chile, Colômbia, Costa Rica, República Dominicana, Equador, El Salvador, Guatemala, Honduras, Nicarágua, Panamá, Paraguai, Peru e Venezuela.

Atualizado às 14:35.