Consumidor pode instalar novo Office em vários computadores

Pressão de consumidores faz Microsoft mudar de ideia

Thássius Veloso
Por

Word 2013

A toda poderosa Microsoft informa que os compradores do novo Office 2013 não ficarão mais presos à instalação em somente um computador, situação que gerou muita crítica à companhia assim que foi descoberta. Já valem os termos de serviço atualizados com a cláusula liberando a instalação dos softwares em uma nova máquina.

O caso gerou muita discussão. A Microsoft Brasil publicou um artigo no blog oficial dela com a tabela abaixo para explicar o que pode e o que não pode ser feito, em termos de licenças, com o pacote Office 2013 e o serviço Office 365. Conheça as diferenças e similaridades entre os Offices no artigo especial publicado por nós. Com a modificação, passa a valer um esquema de licenciamento similar ao do pacote na versão anterior, o Microsoft Office 2010.

Tabela de licenças do novo Office fornecida pela MS Brasil

Tabela de licenças do novo Office fornecida pela MS Brasil

Cada consumidor “poderá transferir o software para um novo computador que pertença a ele, porém não mais do que uma vez a cada período de 90 dias (salvo casos de falha de hardware, nos quais poderá transferir antes)”, diz o termo de serviço reescrito.

E vai além ao autorizar que o usuário a transferir a licença para outra máquina, ainda que não seja sua. A Microsoft é muito clara em destacar que o sujeito deve ser o primeiro “licenciado” do Office e que o beneficiário está de acordo com as regras.

Somente uma licença no Office 2013

Houve avanços na forma de licenciamento do Office. Não dá mais uma impressão tão latente de que a fabricante quer empurrar o serviço Office 365 para os consumidores a qualquer custo, praticamente gerando penalizações a quem opta pelo Office 2013. Entretanto, continua valendo a limitação na quantidade de licenças contidas em cada caixinha. Por exemplo, o Home & Premium 2010 permitia a instalação em até três computadores. Não ocorre o mesmo com o Home & Premium 2013: nele, a instalação dos aplicativos vale para somente uma máquina.

O Office 365 é um serviço provido pela MS para usuários domésticos e corporativos com assinatura mensal que dá direito a instalar os aplicativos do Office 2013, tais como Word e PowerPoint, além de garantir ligações para telefones fixos no Skype e mais armazenamento no SkyDrive. Já o Office 2013 é o simples pacote com os aplicativos instaláveis, sem os demais recursos previstos na assinatura mensal.

Relacionados

Relacionados