Início / Notícias / Telecomunicações /

O atendimento da Anatel está fora do ar

Lucas Braga

Por

Notícia
Achados do TB Achados do TB

As melhores ofertas,
sem rabo preso 💰

Parece ironia, mas não é: o sistema de atendimento telefônico da Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) está fora do ar faz alguns dias. Sim, justamente o serviço que é utilizado para registrar as reclamações de operadoras está sem funcionar.

De acordo com o Estadão, não é somente o atendimento prestado por telefone que está sem funcionar: quem procura o atendimento presencial da agência em Brasília volta frustrado pra casa ao descobrir que o sistema de registro de reclamações está fora do ar.

Com quem que a gente reclama que o callcenter da Anatel está fora do ar?

Com quem que a gente reclama que o callcenter da Anatel está fora do ar?

A única saída, ao que parece, é registrar a reclamação no site da Anatel. Para isso, o usuário precisa entrar na seção “Fale Conosco” no site da agência, preencher um cadastro e indicar qual tipo de serviço e empresa será reclamada. A reclamação vai diretamente para a operadora, que tem prazo de resposta de até 5 dias úteis – um pouco demorado, mas na maioria das vezes as reclamações registradas na agência são bem eficientes.

Vale lembrar que o serviço de reclamação na Anatel vale apenas para reincidências. Antes de sair registrando suas reclamações por aí, o cliente deverá ligar para o SAC da operadora e tentar resolver o problema. Se o atendimento não resolver o problema, aí sim você deverá reclamar com a Anatel.

O mais irônico de tudo isso é que o serviço de atendimento da Anatel está fora do ar pouco tempo depois que a agência publicou as novas regras que ampliam os direitos do consumidor, sendo muitas delas referentes a melhorias no atendimento telefônico.

Em nota, a Anatel afirma que identificou falhas no serviço prestado pela empresa que opera as centrais de atendimento do 1331 e 1332, que estavam operando em uma capacidade abaixo do que a esperada. Ainda, a agência afirmou que instaurou um processo de substituição da empresa que presta os serviços de atendimento, com base nas regras administrativas e contratuais com a empresa contratada.