Início / Notícias / Internet /

Microsoft volta atrás e decide apostar na marca MSN

Thássius Veloso

Por

Notícia
Achados do TB Achados do TB

As melhores ofertas,
sem rabo preso 💰

Calma lá, não estou falando do finado MSN Messenger que por tantos anos foi nosso IM preferido, até ser suplantado pelo Skype. A Microsoft anunciou que o portal MSN vai passar por uma repaginação nos próximos meses. Uma versão de testes está no ar para quem quiser ver. Não bastassem as novidades na web, a companhia também revelou que alguns aplicativos do Bing vão mudar de nome – passarão a se chamar MSN.

Primeiro, falemos do portal

O novo MSN faz parte da iniciativa da Microsoft para ter produtos focados na nuvem e nos dispositivos móveis. Eles utilizam o mantra “mobile-first, cloud-first” faz algum tempo, desde que perceberam que só vender sistema operacional não adiantava mais. No MSN, isso fica evidente com a sincronização das informações do usuários. Depois que fizer o login com a conta Microsoft, os ajustes personalizados serão “movimentados por meio da nuvem para que os usuários mantenham os dados onde quer que estejam”.

Home do novo MSN, ainda em versão de teste

Home do novo MSN, ainda em versão de teste

Logo abaixo da barra de pesquisa do Bing vão aparecer links para acesso rápido aos principais produtos: Outlook, Office, OneNote, OneDrive, mapas, Facebook, Twitter, Música (via Xbox) e Skype. Parece que a intenção da Microsoft é reforçar que está presente em todos estes campos – os quais o internauta pode acessar com uma só conta.

A personalização do novo MSN será por meio de adição/remoção de seções de conteúdo. Cada internauta poderá decidir o que quer ver no MSN. Entre as opções: notícias, entretenimento, dinheiro, viagens etc.

O que você quer ler?

O que você quer ler?

As páginas ficam mais inteligentes, de acordo com a companhia. A seção de notícias terá recurso de acompanhar tópicos específicos. Quem estiver realmente interessado na Ucrânia, no Obamacare ou em Game of Thrones (se você não assiste, termine de ler este artigo e corra para a HBO!) terá a opção de receber mais notícias sobre os respectivos temas.

O foco em dispositivos móveis está presente no canal de Comida e Bebida, por exemplo. Depois de encontrar uma receita lá, o internauta terá a opção de converter os ingredientes em uma lista de compras que será sincronizada com o celular.

Qual a importância disso? Bom, o MSN é um dos portais mais acessados do país. Para chegar nesta situação, a Microsoft sempre contou com o Internet Explorer, que automaticamente oferece os conteúdos do portal. No Windows 8, novamente o MSN ganhou importância como uma fonte de informação para quem não saberia o que acessar na internet.

As propriedades online da Microsoft ocupavam o quarto lugar no ranking da comScore de novembro, com Google em primeiro; Facebook em segundo; e UOL na terceira posição. A empresa de medições contabiliza todos os sites da Microsoft, mas ainda assim dá pistas sobre a importância do MSN (parte deste bolo).

Aplicativos para Android e iPhone

A equipe de internet da Microsoft parece que não se decide. Era MSN, que virou Live, que virou Bing. E agora tudo voltará a ser MSN. Junto com a renovação do portal, o Bing Notícias, Bing Esportes, Bing Viagem, Bing Tempo e Bing Finanças passarão a ter “MSN” na frente.

Parece que realmente só a busca vai permanecer com o nome de Bing. Conforme nota o Verge, pode ser que a Microsoft tente no futuro adotar o MSN até mesmo para concorrer com o Google no campo das pesquisas. Todo mundo sabe que, embora tenham sido muitos os esforços, o Bing não pegou de verdade — principalmente fora dos Estados Unidos. Pode ser que o MSN, uma marca mais conhecida, ajude neste sentido.

A boa notícia para fãs da Microsoft é que novos apps serão lançados no futuro para Android e iOS. Conforme o projeto de ressuscitar o MSN continuar, os aplicativos da marca Bing que atualmente existem no Windows e Windows Phone vão aparecer também nas lojas do Google e da Apple. Será que a Cortana também vai aparecer nos sistemas concorrentes?