Início / Notícias / Internet /

Google lança selo de verificação de fatos no Brasil para combater notícias falsas

Por

Notícias falsas existem há tempos, mas as empresas de tecnologia sempre preferiram manter uma postura neutra sobre o assunto. Mas o problema atingiu proporções tão grandes que, agora, elas correm para evitar mais estragos. Esses esforços também contemplam o Brasil. Por aqui, o Google exibirá um selo (um aviso em texto, na verdade) para ajudar o usuário a identificar notícias cujas informações foram verificadas.

Sim, o selo é bem discreto

Sim, o selo é bem discreto (consegue achá-lo?)

Esse aviso — “Verificação de fatos” — aparecerá tanto nas notícias destacadas nos resultados do buscador quanto naquelas que são listadas no Google Notícias, inclusive na versão para Android do serviço.

Trata-se de uma estratégia global, mas que está sendo implementada progressivamente porque o Google precisa estabelecer parcerias com entidades locais especializadas em checagem (fact-checking). No Brasil, a companhia fechou acordos com três instituições: Agência Lupa, Aos Fatos e Agência Pública.

Discreto até na versão móvel

Discreto até na versão móvel

Certamente, não estamos diante de uma medida que irá resolver o problema das notícias falsas. Só que, por ora, esse parece ser o caminho mais coerente. O Google é uma empresa de tecnologia e, portanto, deve preparar um algoritmo que faz filtragem automática de notícias falsas. Mas, hoje, nem a mais sofisticada inteligência artificial consegue fazer esse trabalho corretamente.

Além do Brasil, o selo de checagem aparecerá a partir desta semana para usuários da Argentina e do México. O recurso está disponível desde outubro de 2016 nos Estados Unidos e alguns países da Europa, como Alemanha e França. Nos próximos meses, o selo também deverá aparecer para usuários de outros países da América Latina.