Clone indestrutível do Nokia 3310 tem corpo de titânio e custa US$ 3.000

Versão indestrutível de um celular indestrutível

Paulo Higa
Por

A semana foi repleta de lançamentos de smartphones, com LG G6, Xperia XZ Premium, Moto G5… Mas quem roubou a cena foi a reedição do Nokia 3310. E uma fabricante de celulares de luxo resolveu surfar na onda com o Gresso 3310, um aparelho com “corpo de titânio ultra-durável” que é ainda mais indestrutível que o original.

O Gresso 3310 é bem parecido com o antigo Nokia 3310, mas traz avanços incríveis em relação ao original: ele tem uma câmera traseira de 3 megapixels, 32 GB de armazenamento interno (o celular de 2000 não tinha memória acessível ao usuário) e suporte a dois chips de operadoras. A bateria aguenta 75 horas de conversação e 30 dias em standby.

Quem achava que o antigo Nokia 3310 era indestrutível talvez fique satisfeito com o celular da Gresso, feito com titânio de nível 5, um material utilizado em fuselagens de aviões, estruturas de embarcações e implantes biomédicos. A empresa afirma ao SlashGear que o Gresso 3310 é “indestrutível” e suporta quedas de até 10 metros.

Custando US$ 3.000, ou aproximadamente R$ 9.324, o clone do Nokia 3310 é um celular de edição limitada: apenas 3.310 unidades serão produzidas. Corra antes que acabe.

Relacionados

Relacionados