Início / Notícias / Internet /

Spotify ultrapassa 50 milhões de assinantes pagos

Mas o serviço de música ainda tem dificuldade de se tornar rentável

Diego Melo

Por

Notícia
Achados do TB Achados do TB

As melhores ofertas,
sem rabo preso 💰

O Spotify anunciou nesta quinta-feira (2) que ultrapassou a marca de 50 milhões de assinantes. O serviço de streaming está disponível atualmente em mais de 60 países, com mais de 30 milhões de músicas em seu catálogo.

Spotify

Para se ter uma ideia do crescimento constante dos usuários que decidiram pagar pelo serviço nos últimos anos, em setembro de 2016 a companhia havia atingido a marca de 40 milhões de assinantes, sendo que a marca dos 30 milhões já havia sido alcançada em março daquele ano. Os primeiros 10 milhões de assinantes levaram quatro anos para serem conquistados.

Entre seus principais concorrentes, apenas o Apple Music consegue se aproximar desses números. Em dezembro, o serviço de música da Apple alcançou os 20 milhões de assinantes. O Tidal, lançado em 2014 pelo rapper Jay Z e que não possui uma versão gratuita, só atingiu a marca de 3 milhões de assinantes em março de 2016.

Segundo o próprio Spotify, até junho de 2016, o serviço de streming de música contava com 100 milhões de usuários cadastrados — incluindo os que preferem utilizar a versão gratuita, com publicidade.

Recentemente, o Spotify começou a testar novos recursos. Um deles, chamado de Spotify Hi-Fi, oferece músicas em alta qualidade por um valor a mais na assinatura (entre US$ 5 e US$ 10). No Brasil, os valores do Spotify Premium são de R$ 16,90 por mês no plano individual e R$ 26,90 no familiar, que dá direito a compartilhar a conta com mais 5 usuários.

Apesar do constante crescimento nas assinaturas, o Spotify ainda tem dificuldades para se tornar rentável (além de ter tentado matar o SSD do seu computador).

Com informações: TechCrunch