Tesla revela painéis solares que podem ser instalados por cima do telhado

Felipe Ventura
Por

Mais conhecida por seus carros elétricos inteligentes, a Tesla também se dedica a projetos de energia renovável. Um de seus produtos é um painel solar que é instalado por cima do telhado, em vez de exigir renovações extensas.

A Tesla garante que os painéis de 325W, fabricados pela Panasonic, podem ser anexados a qualquer superfície sem qualquer equipamento de montagem visível. Eles não ficam totalmente invisíveis em meio ao telhado, mas têm um design mais agradável que soluções convencionais.

A empresa diz ao Electrek que a produção dos módulos deve começar no terceiro trimestre, mas já está recebendo pedidos de cotações de preços. Para quem está interessado e mora nos EUA, um mapa do Google ajuda a saber quais edifícios têm maior potencial de energia solar.

No ano passado, a Tesla apresentou painéis solares que imitam o estilo de telhas convencionais, graças a uma pintura especial da 3M que camufla as células de energia. Essa tecnologia promete ser mais barata que telhados comuns, considerando a economia na conta de luz, e começará a ser vendida este ano.

A Tesla também vende a Powerwall, bateria residencial para armazenar energia em casas equipadas com painéis solares. Isso pode ser útil para economizar dinheiro na conta de luz, e também para manter tudo funcionando em caso de queda de energia.

Para demonstrar sua tecnologia, a Tesla resolveu equipar a ilha de Ta’u, Samoa Americana, com painéis solares para “fornecer quase 100%” da energia usada pelos seiscentos moradores do local. Serão 5.300 painéis e 60 baterias Powerpack, totalizando 1,4 megawatt.

Com informações: Electrek, The Next Web.

Felipe Ventura

Felipe Ventura fez graduação em Economia pela FEA-USP, e trabalha com jornalismo desde 2009. Começou no TB em 2017 como editor de notícias, ajudando a cobrir os principais fatos de tecnologia, e hoje coordena um time de editores-assistentes e a rotina das editorias. Sua paixão pela comunicação começou em um estágio na editora Axel Springer na Alemanha. Foi repórter e editor-assistente no Gizmodo Brasil.

Relacionados

Relacionados