Início / Notícias / Aplicativos e Software /

Thunderbird está se tornando mais independente da Mozilla

Paulo Higa

Por

Notícia
Achados do TB Achados do TB

As melhores ofertas,
sem rabo preso 💰

O Thunderbird já teve seus bons tempos, mas a Mozilla está querendo se livrar do software há pelo menos cinco anos. Em 2015, a organização responsável pelo Firefox afirmou que a manutenção do Thunderbird era um “fardo”, já que o produto mais importante era o navegador. Agora, o cliente de e-mails está dando mais alguns passos para se tornar independente.

Parte da infraestrutura do Thunderbird já foi migrada e está sendo mantida pelo Thunderbird Council, grupo que desenvolve o aplicativo. O recurso de configuração automática de contas, por exemplo, já funciona com servidores próprios. Ele permite que os usuários adicionem uma conta de e-mail apenas digitando o endereço, sem ficar procurando o POP3, SMTP ou IMAP do provedor como nos velhos tempos.

Além disso, segundo o comunicado, o Thunderbird quer parar de depender do Gecko, motor de renderização do Firefox. Isso deve acontecer em um futuro mais distante; por enquanto, o Thunderbird Council pretende se manter próximo à Mozilla para continuar tendo acesso a pessoas que ajudem a corrigir possíveis incompatibilidades entre o Thunderbird e o Gecko.

O Thunderbird Council se comprometeu a tomar decisões em conjunto e reduzir aos poucos sua dependência técnica e operacional da Mozilla, que continua como responsável legal e fiscal do aplicativo de e-mail. Caso as partes se desentendam no futuro, elas podem, com seis meses de aviso prévio, se desconectarem totalmente uma da outra.

Nem parece, mas o Thunderbird afirma que possui mais de 25 milhões de usuários (você ainda é um deles?). Para continuar o desenvolvimento do software, o Council procura doações e voluntários que possam contribuir com o projeto.