Newton é mais um ótimo (e caro) cliente de e-mail multiplataforma

Paulo Higa
Por

O Newton é meu aplicativo de e-mail preferido atualmente: ele possui uma interface limpa, atalhos de teclado simples e uma sincronização que funciona bem entre vários dispositivos. E a boa notícia é que a versão do Newton para Windows agora está disponível para todo mundo.

YouTube video

A versão para Windows traz os recursos do Newton para Android, iOS e macOS, como as confirmações de leitura, envio programado, perfis de remetentes e integração com aplicativos de terceiros (incluindo Evernote, Trello, Pocket, Todoist e afins). A única ausência notável é o Tidy Inbox, que organiza seus e-mails de redes sociais e promoções, com uma pegada meio Google Inbox; o recurso chegará “em breve”.

O principal entrave é que o Newton custa caro para os padrões brasileiros: ele oferece um período de testes de 14 dias, e depois a assinatura é de US$ 49,99 por ano (eu aproveitei uma promoção de R$ 49,99 por ano). O aplicativo até funciona depois do trial, mas perde seus diferenciais. Os desenvolvedores dizem que o dinheiro cobre os gastos da empresa com servidores.

Ainda assim, é um dos melhores aplicativos do gênero — e o preferido de metade da equipe do TB. O Engadget diz que o Newton é “um raro app de e-mail que funciona bem tanto no Windows quanto no Mac”, e a própria empresa afirma que “normalmente, os usuários de Windows não recebem muito amor dos desenvolvedores, e os bons softwares chegam apenas ao Mac. Mas, não mais”.

A versão para Windows esteve em beta privado por quatro meses e já pode ser instalada por todos os usuários de Windows 10 com a atualização de aniversário ou mais recente, na Loja do Windows.

Relacionados

Relacionados