Um cemitério para os serviços digitais que você usava e que não existem mais

Felipe Ventura
Por

Google Reader. Vine. Grooveshark. Esses serviços foram muito importantes para mim em alguma parte da minha vida, mas todos tiveram que acabar, por um motivo ou outro. O designer Duong Nguyen resolveu criar um local para reunir esses e outros produtos que deixaram de existir.

O Product Graveyard reúne mais de mil projetos que faleceram ao longo dos últimos anos, como Windows Live Messenger, MegaUpload, Delicious e LimeWire.

Cada produto tem uma página dedicada a explicar sua causa de morte — “disputas jurídicas”, “não era prioridade para a empresa”, “foi abandonado por causa do Skype” — além de sua data de nascimento e morte. Até o Adobe Flash já está no catálogo; ele vai morrer em 2020.

Os perfis também incluem alternativas aos produtos falecidos, como o Google Fotos em vez do Picasa, o Clementine em vez do Zune, e o HTML5 em vez do Adobe Flash.

A base de dados só tende a crescer. Alguns produtos finados do Google — como o Orkut, iGoogle e Wave — ainda não estão no site. Felizmente, é fácil enviar uma sugestão para adicioná-los: basta preencher este formulário curto com o nome, categoria e descrição.

Dê uma olhada no Product Graveyard e veja se ele traz lembranças de algum produto que você amava, ou se está faltando algo na lista.

Com informações: Engadget.

Relacionados

Relacionados