Notícias Antivírus e Segurança

FTP será considerado não seguro pelo Chrome

Paulo Higa
Por

As melhores ofertas,
sem rabo preso

O Google está incentivando a adoção do HTTPS pelos sites, mostrando no Chrome um aviso quando o usuário preenche um formulário em uma página considerada não segura. Até o final do ano, esse alerta deverá ser estendido ao FTP.

O FTP (File Transfer Protocol) foi inventado em 1971 (a internet como conhecemos ainda nem existia!) e serve para baixar ou enviar um arquivo para um servidor. As conexões são normalmente feitas na porta 21 e não possuem nenhuma criptografia.

Veja bem: quando eu digo nenhuma, é nenhuma mesmo. Até mesmo o seu login e senha são transferidos em texto puro pela internet. Isso permite que alguém mal intencionado monitore a rede para obter suas credenciais ou, em um ataque mais elaborado, modifique um arquivo enquanto ele é transferido pela rede.

Imagem por geralt/pixabay

É por isso que, a partir do Chrome 63, que será lançado em meados de dezembro, o navegador mostrará o aviso “Não seguro” sempre que você estiver acessando um diretório ou um arquivo hospedado em um servidor FTP.

Um dos planos dos desenvolvedores do Chromium, na verdade, era desativar completamente o suporte a FTP, como informa o Naked Security: o protocolo já é pouco utilizado no navegador do Google, respondendo por apenas 0,0026% das requisições. Por enquanto, porém, o Chrome vai apenas desestimular a utilização dessa tecnologia quase cinquentona.

E, se você ainda transfere seus arquivos por FTP, pense em migrar para o SFTP.

Paulo Higa

Editor-executivo

Paulo Higa é jornalista, com MBA em Gestão pela FGV e uma década de experiência na cobertura de tecnologia. Trabalha no Tecnoblog desde 2012, viajou para mais de 10 países para acompanhar eventos da indústria e já publicou 400 reviews de celulares, TVs e computadores. É coapresentador do Tecnocast e usa a desculpa de ser maratonista para testar wearables que ainda nem chegaram ao Brasil.

Mais Populares

Responde

Relacionados

Em destaque