Notícias Antivírus e Segurança

Android recebe correção para falha que deixou o Wi-Fi desprotegido

O problema é esperar a fabricante do seu smartphone liberar a atualização

Paulo Higa
Por

As melhores ofertas,
sem rabo preso

A falha que tornou vulneráveis todas as redes de Wi-Fi modernas ganhou uma correção de segurança no Android nesta segunda-feira (6), como prometido pelo Google. A atualização que conserta as brechas no protocolo WPA2 está no patch de novembro e já começou a ser liberada pelas fabricantes.

O Google diz que as parceiras de Android foram notificadas da correção no último mês, quando o KRACK se tornou público. Além disso, os códigos-fonte serão liberados no Android Open Source Project (AOSP) nas próximas 48 horas. Os smartphones Pixel, que são atualizados pelo Google, já estão recebendo o patch.

E se você não tiver um Pixel? Em geral, as fabricantes não são claras quanto à política de liberação de patches de segurança do Android.

A Samsung está na frente, com uma página dedicada para os patches mensais do Android. A empresa já começou a disponibilizar a correção do KRACK em seus smartphones e tablets, mas a atualização também depende da versão do seu aparelho: se você utiliza uma ROM de operadora, por exemplo, ela pode demorar (bem) mais para chegar.

A LG também possui uma página para informar sobre as atualizações mensais do Android, válidas para a série G (G5 e G6), V (V10, V20 e V30), Q (Q6 e Q8) e X (X300, X400, X500 e X cam), deixando claro que “dependendo das regiões e operadoras, as atualizações podem ser lançadas mensalmente, trimestralmente ou irregularmente”. No entanto, a LG ainda não liberou as correções do KRACK para nenhum aparelho.

A Motorola não divulga informações sobre as atualizações do Android desde 2016, quando deixou de se comprometer com os patches mensais de segurança.

Se você não receber a correção no Android, ainda é possível se manter protegido com uma atualização no firmware do roteador — no entanto, não há como garantir que um modelo de roteador receberá uma atualização, nem saber se um equipamento de terceiro está atualizado.

Paulo Higa

Editor-executivo

Paulo Higa é jornalista, com MBA em Gestão pela FGV e uma década de experiência na cobertura de tecnologia. Trabalha no Tecnoblog desde 2012, viajou para mais de 10 países para acompanhar eventos da indústria e já publicou 400 reviews de celulares, TVs e computadores. É coapresentador do Tecnocast e usa a desculpa de ser maratonista para testar wearables que ainda nem chegaram ao Brasil.

Mais Populares

Responde

Relacionados

Em destaque