Blue Origin lança e pousa cápsula que levará turistas para o espaço

Felipe Ventura
Por

A SpaceX já deixou claro que suas ambições são interplanetárias: a empresa do bilionário Elon Musk quer chegar até Marte nos próximos anos. Enquanto isso, a Blue Origin tem um objetivo mais “modesto”: atuar no turismo espacial.

A empresa de Jeff Bezos registrou um novo marco hoje: o voo inaugural da Crew Capsule 2.0, versão mais recente do veículo que levará passageiros para fora da Terra.

A cápsula foi levada por um foguete reutilizável New Shepard e chegou a uma altitude de 100 km. Ela voltou à superfície com uma descida auxiliada por paraquedas. Enquanto isso, o New Shepard contou com a ajuda de motores para aterrissar; este foi o seu segundo lançamento bem-sucedido.

A Crew Capsule 2.0 não levou ninguém a bordo nesse primeiro teste, mas tinha um manequim — apelidado de Mannequin Skywalker — para coletar dados sobre as forças que poderiam ser exercidas sobre um passageiro real durante o voo.

YouTube video

No Twitter, Bezos se orgulha do tamanho das seis janelas na cápsula: são 110 x 73 cm, o bastante para os turistas admirarem a vista lá de cima. Elas sobreviveram tranquilamente à reentrada na atmosfera. A primeira versão da Crew Capsule foi lançada seis vezes até ser aposentada.

A Blue Origin quer levar pessoas para a fronteira espacial no início de 2019. Ou seja, o ritmo dos testes só deve aumentar daqui para a frente.

Com informações: TechCrunch, Ars Technica.

Felipe Ventura

Felipe Ventura fez graduação em Economia pela FEA-USP, e trabalha com jornalismo desde 2009. Começou no TB em 2017 como editor de notícias, ajudando a cobrir os principais fatos de tecnologia, e hoje coordena um time de editores-assistentes e a rotina das editorias. Sua paixão pela comunicação começou em um estágio na editora Axel Springer na Alemanha. Foi repórter e editor-assistente no Gizmodo Brasil.

Relacionados

Relacionados