Disney compra Fox e se torna uma ameaça maior para Netflix

Felipe Ventura
Por

Depois de muitos rumores, a Disney confirmou nesta quinta-feira (14) que vai comprar a maior parte da 21st Century Fox em uma transação de US$ 52,4 bilhões. Isso terá um forte impacto no mercado de streaming de vídeo, incluindo Netflix e Amazon.

Segundo a Variety, o acordo inclui o estúdio de cinema 20th Century Fox; mais de 300 canais de TV a cabo ao redor do mundo; 50% de participação no Endemol Shine Group, responsável por reality shows como Big Brother e MasterChef; entre outros ativos.

Isso significa que a franquia X-Men e os filmes do Deadpool vão passar para as mãos da Disney, que já é dona da Marvel Studios — quem sabe esses personagens apareçam futuramente nos Vingadores. A Fox também controla os direitos do primeiro filme de Star Wars, Episódio IV – Uma Nova Esperança. Até mesmo os Simpsons estão inclusos no acordo.

Além disso, a participação da Disney no serviço de streaming Hulu vai dobrar para 60%. E ela já prepara um concorrente que vai estrear com títulos como Toy Story 4, Frozen 2 e o filme live-action de O Rei Leão, além de séries exclusivas. Ele será lançado nos EUA em 2019, quando acaba o contrato com a Netflix.

A Disney + Fox terá mais condições de competir com a Netflix, que aposta em conteúdo original para depender menos dos estúdios. A empresa provavelmente manterá seus filmes e séries — da Pixar, LucasFilm e outros — exclusivos à própria plataforma, levando a uma fragmentação do streaming que só deve se intensificar.

A 21st Century Fox continuará existindo, porém vai manter apenas os canais Fox, Fox News, Fox Business e Fox Sports nos EUA.

Com informações: Variety, CNET.

Relacionados

Relacionados