Início / Notícias / Aplicativos e Software /

Bloqueador de anúncios nativo do Chrome entra em ação em fevereiro

Paulo Higa

Por

Notícia
Achados do TB Achados do TB

As melhores ofertas,
sem rabo preso 💰

Em junho, o Google anunciou que o Chrome teria um bloqueador de anúncios nativo, em uma cruzada contra as propagandas de “má qualidade”, que se sobrepõem ao conteúdo ou ocupam espaço excessivo na tela. A empresa deu um tempo para que os sites se adaptassem, e acaba de anunciar uma data para ativar o recurso: 15 de fevereiro de 2018.

Imagem por geralt/pixabay

Como notou o VentureBeat, é provável que a ativação do bloqueador de anúncios seja feita remota e gradativamente pelo Google, já que a data não está ligada a nenhuma versão específica do navegador: o Chrome 64 (que silencia vídeos com autoplay) está previsto para ser lançado em 23 de janeiro, enquanto o Chrome 65 só chegaria em 6 de março.

Claro que nem todos os anúncios serão bloqueados, afinal, eles são a principal fonte de receita do Google. Deixarão de ser exibidos no Chrome os banners e pop-ups que não se enquadrarem no Better Ads Standards, que define os padrões de boas experiências de publicidade na internet.

São considerados anúncios de má qualidade os vídeos que tocam automaticamente com som; banners grandes e fixos na parte inferior da tela; anúncios que ocupam mais de 30% de toda a página; propagandas que aparecem antes do carregamento do site e só permitem fechá-las depois de uma contagem regressiva; entre outros. O Google publicou um guia para ajudar os sites a adotarem anúncios melhores.

A partir de 15 de fevereiro, todos os sites terão seus anúncios de má qualidade bloqueados pelo Chrome. Os sites que insistirem em violar as regras, exibindo propagandas invasivas por mais de 30 dias, terão todos os anúncios barrados.