Início / Notícias / Carro /

Elon Musk promete lançar picape elétrica da Tesla

Emerson Alecrim

Por

Notícia
Achados do TB Achados do TB

As melhores ofertas,
sem rabo preso 💰

Sabe-se lá se Elon Musk é do tipo que faz promessas a cada fim de ano. O fato é que ele acaba de fazer uma: via Twitter, o CEO de Tesla prometeu lançar uma picape elétrica (ou pickup, se você preferir o termo em inglês) com tamanho similar ao de uma Ford F-150, talvez até um pouco maior. O veículo deve chegar às ruas depois do lançamento do Model Y, SUV elétrica prevista para ser lançada entre 2019 e 2020.

Elon Musk

Na mesma mensagem em que agradeceu aos fãs pelo apoio à Tesla, Musk perguntou o que a empresa pode melhorar. Em resposta, um usuário pediu o lançamento de uma picape elétrica. Sem demora, Musk explicou que um veículo do tipo já está nos planos: “tenho os elementos básicos de design / engenharia na minha mente há quase cinco anos. Não vejo a hora de construí-la”.

Esse parece mesmo ser um plano relativamente antigo. Elon Musk havia comentado, em 2013, que sonhava em lançar uma picape. Faz sentido, pois essa é uma categoria de veículo bastante tradicional nos Estados Unidos, mas que, apesar disso, não vem conseguindo muita atenção da indústria para recebimento de motorização elétrica.

Planos - Tesla

Não é por falta de interesse. É necessário considerar o tamanho do desafio. Picapes são veículos grandes, pesados e mais potentes, adequados para solo acidentado. Quando comparados a carros voltados ao ambiente urbano, picapes elétricas exigem muito mais esforços de design e engenharia, portanto.

Mas, ainda que a picape demore para ser lançada, a Tesla parece já estar preparando o terreno. O anúncio do caminhão elétrico Semi no mês passado é um sinal óbvio de que a companhia já trabalha em tecnologia para veículos pesados. A SUV Model Y também deve, de alguma forma, contribuir para o projeto da picape.

Até lá, Elon Musk tem alguns problemas mais urgentes para resolver. A produção do Model 3, por exemplo, está abaixo do esperado por conta principalmente de dificuldades na montagem das baterias. A Tesla planejou fabricar 1.500 unidades no terceiro trimestre do ano, mas só conseguiu produzir 260. A produção ainda não entrou no ritmo esperado.

Com informações: WSJ.com