Notícias Negócios

PagSeguro entra com pedido de IPO na bolsa de Nova York

Paulo Higa
Por

As melhores ofertas,
sem rabo preso

Mais uma empresa brasileira deve estrear na bolsa de valores de Nova York (NYSE). O PagSeguro, sistema de pagamentos do UOL, entrou nesta terça-feira (26) com um documento preliminar para negociar suas ações nos Estados Unidos. Se o projeto vingar, a oferta inicial de ações (IPO) pode acontecer em 2018.

Segundo a Folha, o PagSeguro quer arrecadar dinheiro para financiar aquisições de outras empresas e realizar investimentos “no negócio, em tecnologias ou em produtos que são complementares ao nosso negócio”. Um dos atrativos da empresa é que o mercado de pagamentos digitais no Brasil ainda é pequeno quando comparado aos países desenvolvidos e tem espaço para crescer.

Nos primeiros nove meses de 2017, o PagSeguro teve faturamento de R$ 1,7 bilhão (alta de 123% quando comparado ao mesmo período de 2016) e lucro de R$ 290 milhões (crescimento de 225%).

Outras empresas brasileiras seguiram pelo mesmo caminho em 2017: a Netshoes fez um IPO na bolsa de Nova York em abril, captando US$ 138,9 milhões; no mesmo mês, a Azul abriu o capital simultaneamente na NYSE e na Bovespa. O motivo é que, embora os custos de um IPO no Estados Unidos sejam mais altos, há mais investidores dispostos a comprar ações de empresas de tecnologia.

Paulo Higa

Editor-executivo

Paulo Higa é jornalista, com MBA em Gestão pela FGV e uma década de experiência na cobertura de tecnologia. Trabalha no Tecnoblog desde 2012, viajou para mais de 10 países para acompanhar eventos da indústria e já publicou 400 reviews de celulares, TVs e computadores. É coapresentador do Tecnocast e usa a desculpa de ser maratonista para testar wearables que ainda nem chegaram ao Brasil.

Mais Populares

Responde

Relacionados

Em destaque