Início / Notícias / Negócios /

Jeff Bezos é o homem mais rico da história recente com US$ 150 bilhões

Jeff Bezos, fundador da Amazon, ultrapassou Bill Gates em fortuna ajustada pela inflação

Felipe Ventura

Por

Notícia
Achados do TB Achados do TB

As melhores ofertas,
sem rabo preso 💰

Jeff Bezos, fundador da Amazon, é o homem mais rico do mundo desde o ano passado, ultrapassando com folga a fortuna de Bill Gates. Desta vez, ele quebrou outro recorde: é a pessoa mais rica da história recente, com valores ajustados pela inflação.

De acordo com o Bloomberg Billionaires Index, a fortuna de Bezos ultrapassou o marco de US$ 150 bilhões. Gates, cofundador da Microsoft, está em segundo lugar com US$ 95,3 bilhões. Logo em seguida, temos o empresário Warren Buffett e o cofundador do Facebook, Mark Zuckerberg.

Foto por Smithsonian Institution/Flickr

Em janeiro, o patrimônio de Bezos superou a alta histórica de Bill Gates, que tinha US$ 100 bilhões em 1999. No entanto, essa comparação deixa de levar em conta um detalhe importante: a inflação nas últimas duas décadas. Por esse critério — o valor real — Gates ainda estava na frente.

Até esta semana. Segundo a Bloomberg, a fortuna de Gates em 1999 valeria cerca de US$ 149 bilhões hoje. Ou seja, Bezos realmente ultrapassou o cofundador da Microsoft.

Boa parte da riqueza de Bezos vem das ações da Amazon, que dispararam 150% desde o início do ano — seu valor de mercado está em US$ 890 bilhões. Além disso, ele é dono do jornal The Washington Post e da empresa de foguetes Blue Origin.

Jeff Bezos mais rico que Rockefeller?

Bezos só tem mais um recorde para quebrar: o homem mais rico em relação ao produto interno bruto (PIB) dos EUA.

John D. Rockefeller, primeiro bilionário do país, detinha o equivalente a 2% do PIB em seu auge, no início do século XX. Para desbancá-lo, o fundador da Amazon precisaria chegar a US$ 350 bilhões, segundo a CNBC.

Claro, talvez esse não seja o objetivo dele. Bill Gates e sua esposa Melinda já doaram US$ 30 bilhões à caridade por meio de sua ONG, a Gates Foundation. Warren Buffett também vem caindo no ranking de bilionários após contribuir para instituições de caridade. E Zuckerberg prometeu doar gradualmente 99% de suas ações do Facebook.

Das dez pessoas mais ricas do mundo, seis fazem parte do ramo de tecnologia. Além de Bezos, Gates e Zuckerberg, temos Larry Page, Sergey Brin (Google) e Larry Ellison (Oracle). As fortunas desse setor representam um quinto dos US$ 5 trilhões monitorados pelo Bloomberg Billionaires Index.